RSS

13ª Rodada do Brasileirão 2014

Com cinco meses de salários atrasados e três de direito de imagem na mesma condição, o Botafogo fez o que se queria, mas não se esperava: segurou o líder; Flamengo segue afundado na zona da degola; o Corínthians apenas empata, perde a vice liderança e dois catarinenses começam a esboçar uma reação. São Paulo e Palmeiras se complicam jogando em casa.

SÁBADO – 02.08.

18:30

No MARACANÃ

BOTAFOGO 1 x 1 CRUZEIRO

Gols: cruzamento de Lucas, da direita, e Edilson, no meio da zaga, cabeceou para baixo, no canto inferior esquerdo do gol de Fábio, que pulou atrasado e não evitou o gol, aos 25. Segundo tempo: jogada pela esquerda, Éverton Ribeiro cruza na área do Bota, no segundo pau, onde o zagueiro Dedé cabeceou para o meio da área, e o outro zagueiro, Léo, recebe, domina, vira e bate em gol para empatar, aos 15.

Jogo que começou em alta velocidade e teve o Botafogo como o primeiro a levar real perigo ao gol adversário, obrigando Fábio a fazer uma defesa no reflexo. E apesar de o Cruzeiro seguir com maior posse de bola foi o Botafogo quem chegou com mais perigo. Pouco antes do gol botafoguense o goleiro Fábio já tinha sido obrigado a fazer mais uma grande defesa numa cobrança de falta de Edilson, que não atuou como lateral, ficou mais pelo meio. O Cruzeiro esboçou reação, mas o Botafogo pareceu ter 22 dentro de campo, e não 11. Correram muito. Aos 42 a defesa do Bota falhou e Ricardo Goulart quase marcou, chutando na rede pelo lado de fora. O time carioca apresentava grande lentidão na saída de bola, às vezes na recomposição defensiva, permitindo ao Cruzeiro algumas jogadas de velocidade. O placar favorável ao Botafogo no intervalo promete uma segunda etapa bastante movimentada.

O segundo tempo começou assim, com o Cruzeiro botando uma pressão avassaladora em cima do Bota, que resistiu como pôde, até arrefecer um pouco o ímpeto cruzeirista. Logo aos 8 Marcelo Oliveira tirou dois meio campistas (um deles, Henrique, saiu lesionado depois de uma entrada criminosa de Emerson Sheik, com as travas da chuteira no tornozelo do colega de profissão, e por isso recebeu apenas cartão amarelo do senhor Luiz Flávio) e colocou dois atacantes. Aos 12, com o goleiro Jefferson vencido, William, que recém havia entrado, acertou uma bola no travessão, num chuta disparado da intermediária. O Botafogo não se intimidou, seguiu fazendo seu jogo de especulação por contra ataques. Percebendo que o adversário estava crescendo na partida, Marcelo Oliveira saca o centroavante Marcelo Moreno e coloca o volante Nilton. Aos 31 o volante Nilton cabeceou uma bola à queima roupa que o goleiro Jefferson espalmou para escanteio. Na cobrança o próprio Nilton cabeceou para fora, sem chances de defesa, se a bola fosse em gol. Aos 46 o Cruzeiro quase desempata, com Jefferson fazendo duas importantes defesas em sequência.

O líder tem interrompida sua sequência de vitórias.

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (Asp. Fifa/SP), auxiliado por Vicente Romano Neto (ESP-2/SP) e Herman Brumel Vani (CBF-1/SP).

Público: …………….. Renda R$ ………………

Melhor do jogo: Jefferson.

*

SÃO PAULO 1 x 1 CRICIÚMA

¥

DOMINGO – 03.08

16:00

PALMEIRAS 1 x 1 BAHIA

CHAPECOENSE 1 x 0 FLAMENGO

CORITIBA x 0 CORINTHIANS

Jogo muito ruim desde o primeiro tempo, com nenhum dos dois times jogando grande coisa, muita briga, o volante Fagner, do Corinthians, levou um segundo cartão amarelo justo, por uma falta feia, mas o primeiro foi por uma frescura com o jogador Zé Love, que também levou amarelo e depois foi substituído por lesão. Na segunda etapa o lance mais claro de gol perdido foi do Coritiba. A curiosidade negativa da partida foi que o árbitro permitiu que as duas equipes jogassem com camisas listradas no sentido vertical (verde e branco para o Coritiba, preto e branco para o Corinthians) e meias brancas. O time paulista de calções pretos, o paranaense de calções brancos.

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS), auxiliado por Marcelo Bertanha Barison (CBF-1/RS) e Rafael da Silva Alves (Asp. Fifa/RS)

Melhor do jogo: Vanderlei, goleiro do Coritiba.

FIGUEIRENSE 3 x 0 SPORT

18:30

ATLÉTICO/MG 3 x 1 ATLÉTICO/PR

FLUMINENSE 2 x 0 GOIÁS

VITÓRIA (de virada) 2 x 1 GRÊMIO

INTER 1 x 0 SANTOS 


Your Comment