RSS

2ª Rodada Grupos C e D

QUINTA21.06.

GRUPO C

Em SAMARA

9h

DINAMARCA 1 x 1 AUSTRÁLIA

Primeiro tempo: no começo de partida a Austrália saiu propondo o jogo e pressionando muito, mas foi traída por uma falha do sistema defensivo. Aos 35 minutos aconteceu o lance de disputa de bola na área dinamarquesa em que a bola bateu na mão de Yurari Paulsen e o árbitro de vídeo interferiu alertando o espanhol Antonio Lahoz, que depois da consulta confirmou o pênalti. Primeiro tempo equilibrado, em todos os sentidos. As duas equipes tentando atacar e correndo alguns riscos defensivos.

Segundo tempo: a segunda etapa manteve o mesmo equilíbrio, se bem que a Austrália procurou mais o jogo. Jogada do ataque australiano pela esquerda que termina com chute cruzado de Arzani que Kasper Schmeichel defende no canto direito, aos 42. Esta foi a primeira defesa de qualquer dos goleiros em todo o desenrolar da partida, ou seja, nenhuma das seleções mostrou muita coisa às 41.727 que estavam no estádio e aos bilhões que assistiram pela televisão.

Gols: jogada de contra-ataque pela esquerda da Dinamarca, a bola é cruzada  para o meio e sobra para Eriksen, que da entrada da área bate de primeira, de pé esquerdo, colocando a bola no canto superior de Mathew Ryan, aos 6; Jedinak cobrando pênalti, aos 38.

Em EKATERIMBURGO

12h

FRANÇA 1 x 0 PERU

Só pude assistir os primeiros minutos, pois tinha que sair para consulta com a dentista.

Gol de Mbappe, aos 34 minutos do primeiro tempo. O Peru foi eliminado da Copa diante de 32.789 pessoas. Os resultados classificaram Franca e Dinamarca para as oitavas. Austrália e Peru voltam para casa. 

☼☼

GRUPO D

Em NIJNI NOVGOROD

15h

ARGENTINA 0 x 3 CROÁCIA

Primeiro tempo: precisando de resultado, a Argentina começa o jogo propondo aa ações. A Croácia joga para tentar antecipar a classificação. O primeiro escanteio da partida acontece em grande defesa do goleiro Wilfredo Caballero, da Argentina, aos 4 minutos. Na primeira etapa a Argentina não jogou nada, não conseguiu atacar, além de correr muitos riscos defensivos. A Croácia atacou mais, passou mais tempo no campo argentino, mas ou errou demais a pontaria, ou esbarrou nas boas intervenções de Caballero. Messi foi de novo um expectador privilegiado e apagado do jogo.

As equipes voltam sem alterações para o reinício da partida.

Segundo tempo: a segunda etapa é decisiva e fica a cada minuto mais nervosa para a Argentina. A Croácia tem a oportunidade de seguir fazendo seu jogo, com o relógio a seu favor, e tentando se beneficiar da desestabilização do adversário. Todo e qualquer esboço de reação do técnico Jorge Sampaoli caiu por terra com a falha do goleiro no gol croata. A partir disso, a missão tornou-se muito mais difícil do que antes do início da partida, quando só a vitória interessava. Jogada do ataque argentino pela esquerda que termina com defesa à queima-roupa, quase embaixo do gol, do goleiro Subasic, aos 18. E à medida que o tempo passa vai aflorando mais e mais o nervosismo argentino. Rakitic cobra falta da intermediária, a bola passa por cima da barreira e vai de encontro ao travessão no ângulo direito, sem chance de ser alcançada por Caballero, aos 42.

Gols: segundo tempo: o melhor jogador do primeiro tempo, o goleiro Caballero, rebate mal uma bola atrasada dentro da área, e ela sobra para Rebic, que o encobre para abrir o placar, aos 7; em jogada do ataque croata, Modric pega a bola na intermediária, entorta um zagueiro e bate de longe, a bola faz uma curva e sai do alcance de Caballero, entrando no canto esquerdo, aos 36; jogada do ataque da Croácia e que Caballero faz defesa milagrosa, Mandzukic pega a bola no meio da párea e faz linha de passe com Rakitic, que completa para as redes, aos 45.

O resultado classifica a Croácia com antecipação para as oitavas.

SEXTA 22.06.

Em VOLVOGRADO

12h

NIGÉRIA 2 x 0 ISLÂNDIA

Primeiro tempo: em jogo que pode consolidar a eliminação da Argentina, a Islândia começa a partida saindo para cima do adversário, obrigando o goleiro Uzoho a fazer uma boa defesa já a 1 minuto. O primeiro tempo tem bastante equilíbrio nas ações. Apesar de as duas seleções atacarem bastante, com exceção daquele primeiro lance a um minuto mais nada aconteceu. Muitas faltas, muitos erros de passes e algumas oportunidades perdidas. Nenhum dos dois goleiros teve mais o que fazer, ao longo do tempo de jogo.

Segundo tempo: boa parte não pude acompanhar por estar em trânsito.

Dois gols de Ahymed Musa.

Com este resultado a Argentina tem que jogar uma Copa do Mundo contra a Nigéria na última rodada, se quiser se garantir nas 8ªs, pois só a vitória interessa.


Your Comment