RSS

3ª Rodada Grupos G e H

QUINTA28.06.

GRUPO H

11h

Em SAMARA

Briga por uma vaga, onde só a vitória interessa para ambas as equipes, valendo a liderança para o vencedor, dependendo se o Japão não vencer a Polônia.

SENEGAL 0 x 0 COLÔMBIA

*

Primeiro tempo: jogo de forte marcação de lado a lado. Senegal não deixando que Quadrado jogue com a mesma liberdade que teve contra o Japão. Aos 15 minutos o árbitro Milorad Mazic assinalou pênalti de Davison Sánchez sobre Mané, mas com  a ajuda do árbitro de vídeo a marcação foi anulada, porque até eu achei que não houve pênalti.

As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: a Colômbia, sem James Rodríguez, que foi substituído na primeira etapa por ter voltado a sentir uma lesão, volta mais ligada na partida, acelerando o jogo, botando Senegal para correr, e criando mais oportunidades. O gol colombiano sacode o time senegalês, porque agora quem se classifica é o Japão, mesmo perdendo para a Polônia. Senegal se obriga a voltar a atacar, porque um gol a recoloca nas oitavas. Senegal abdicou de atacar quando soube que o Japão estava perdendo, mas não contava com o gol adversário.

Gols: segundo tempo: cobrança de escanteio de Quadrado da direita, bola alta na marca do pênalti, onde Yerri Mina sobe mais alto que todo mundo, cabeceia para baixo, a bola quica e encobre N’Diaye, aos 29.

*

O gol de Mina dá à Colômbia o primeiro lugar na chave. Senegal é eliminado com a mesma pontuação do Japão.

Em VOLVOGRADO

Japão jogando por uma vitória para terminar como líder. Polônia eliminada.

JAPÃO 0 x 1 POLÔNIA

Gol de Bednarek, aos 14 do segundo tempo. O Japão se classifica com a mesma pontuação de Senegal, mas com cartões amarelos a menos.

Σ

GRUPO G

15h

Em KALININGRADO

Duas equipes c

om a mesma pontuação. Em disputa o primeiro lugar, que com um empate permanece com a Bélgica.

INGLATERRA 0 x 1 BÉLGICA

Gols: segundo tempo: Adnan Januzaj pega a bola na ponta direita, entra na área, entorta um zagueiro e bate cruzado de pé trocado para colocar a bola no canto superior direito do gol de Jordan Pickford, aos 6.

Foi um jogo em que no primeiro tempo em que, como disse o narrador Milton Leite, do Sportv, o modo “empate é bom para todo mundo” foi ligado, mesma coisa que aconteceu no final do jogo entre Japão e Polônia, admitido publicamente pelo técnico japonês. Ninguém queria nada com o jogo. Mas na volta do intervalo a Bélgica entrou pilhada, talvez pensando com mais calma sobre o adversário das oitavas, e entrou no jogo. Mesmo assim, a dinâmica da partida não mudou muito. Nenhuma das duas equipes mostrando muito interesse, em especial a Inglaterra, que parecia confortável com a segunda posição, que já seria sua independente do resultado. Visivelmente se poupou para as oitavas. Assim como no primeiro tempo o árbitro não deu acréscimos na segunda etapa.

Em SARANSK

Cumprimento de tabela.

PANAMÁ 1 x 2 (de virada) TUNÍSIA


Your Comment