RSS

Brasileirão 2014 – 27

A Chapecoense jogando em casa para tentar sair da zona do rebaixamento pega um adversário que não poderá contar com uma de suas mais importantes estrelas, o chileno Aránguiz, que serve à Seleção de seu país, mas que terá no banco sua mais recente contratação, o atacante Nilmar. Já o Colorado joga para recuperar a segunda posição, ultrapassado que foi pelo São Paulo no dia anterior.

Na ARENA ÍNDIO CONDÁ – 09.09.

20:30

(0) CHAPECOENSE 5 x 0 INTER (2)

Gols: jogada rápida de contra ataque, cruzamento da esquerda, e Diones no meio da zaga colorada cabeceia para marcar, sem qualquer chance de defesa para Dida, aos 35; cobrança de falta ainda no campo da Chapecoense, bola lançada na direção da área colorada, ela quica no gramado, encobre Paulão, e Leandro fica com ela, ele dribla Dida e mesmo quase sem ângulo, chuta cruzado para marcar, aos 40. Segundo tempo: Camilo lançado sozinho na ponta esquerda cruza para o meio, onde Leandro, antecipando-se ao zagueiro, completa de primeira para as redes, no canto direito do gol de Dida, aos 14; Diones marcou o quarto, aos 30; Danilo marca o quinto cobrando pênalti, aos 45.

*

Desde o começo da partida apareceram os problema defensivos da zaga colorada. A Chapecoense fez seu jogo de velocidade e antes de abrir o placar já havia criado e perdido várias chances, sendo que em lance quase igual ao do primeiro gol, só que pelo outro lado, Dida precisou fazer um milagre, na finalização. Logo em seguida saiu o gol, que nem havia ainda sido assimilado e já saiu o segundo. Sem dúvida o Colorado vai voltar modificado para a segunda etapa. O resultado vai tirando a Chapecoense da zona da degola.

 Para o segundo tempo a Chapecoense volta sem alterações. No Inter, saem D’Alessandro por razão técnica e Juan por lesão. Em seus lugares entram Valdívia e Ernando. As ações, entretanto, continuaram se desenrolando como na primeira etapa. Antes de levar o terceiro o Inter chegou a marcar um gol, com Alex, que foi corretamente anulado pela arbitragem, por impedimento do meia. O Jogo continuou encardido para o Colorado, mesmo com a entrada de Nilmar. Aos 42 Dida foi expulso ao cometer pênalti em um atacante. Com as três substituições já feitas, Rafael Moura foi para o gol.

Com a vitória a Chapecoense momentaneamente sai do rebaixamento.

*

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG), auxiliado por Janette Mara Arcanjo (Fifa/MG) e Guilherme Dias Camilo (Asp. Fifa/MG).

Público: pagante ……………………..; total ……………………; renda R$ ………………..

Melhor do jogo: Camilo.


Your Comment