RSS

Economia Vital

ANOITECER de SEXTA

A chuva e o vento se encarregaram de interromper o que quer que fosse que eu estivesse fazendo que precisasse de eletricidade por volta de 17:45. Eu estava no computador me preparando para eliminar uma música do pen drive de caminhada quando caiu a energia.

O mais estranho é que eu estava de camiseta e ceroulão por causa do ar condicionado, e de repente comecei a sentir um desconforto que demorei a identificar que se tratava de roupa de mais. A gente se acostuma tanto com uma determinada situação e não se dá conta do que está acontecendo. Vou aproveitar, então, para adiantar serviço e já colocar umas salsichas para ferver, porque parte delas serão o meu jantar, com a salada de maionese.

Tendo em vista a situação de momento, não me resta alternativa senão tirar toda a roupa, uma vez que estando tudo fechado e chovendo, o que me impede de abrir qualquer janela, o bicho do calor começou a pegar. Aproveito também para fazer uma  coisa que há horas não tinha oportunidade, que é escrever na parte de dentro de uma embalagem de papel de algum produto (no caso, um creme de barba). A ordem da papelada na pilha não vinha favorecendo esta prática. Todo este texto está sendo produzido no lado interno da embalagem, para ver o quanto se economiza ao fazer isso e não usar uma folha nova de papel. Acho isso uma situação extraordinária e fico feliz por ter tido esta ideia.

A embalagem tem 13 dobras e cada uma delas, e todas juntas, podem ser usadas para isso que estou fazendo agora. E sabe-se lá se não foi feita de papel já reciclado! A Natureza agradece.

Não sei por quanto tempo a energia ficará ausente (ninguém, nem a operadora sabe), mas espero que não o suficiente para que eu use o último recurso que gostaria: cair na cama e dormir.


Your Comment