RSS

8ªs de Final – 1 e 2

Lembrando que pelo regulamento a partir das oitavas as partidas que terminarem empatadas no tempo normal vão para prorrogação e se mesmo assim terminarem empatadas a decisão irá para os tiros livres da marca do pênalti.

⊗⊕⊗

SÁBADO30.06.

(1° grupo C x 2° grupo D)

Em KAZAN – (1)

11h

FRANÇA (de virada) 4 x 3 ARGENTINA

*

Primeiro tempo: começando com muito estudo de lado a lado, afinal, um dos dois volta para casa, hoje. Cobrança de falta de Griezmann, bola indo no travessão e voltando ao campo de jogo, aos 8. Mbappe arranca em velocidade do campo francês, ganha na velocidade e é derrubado por Rojo dentro da área, em pênalti assinalado sem vacilo pelo iraniano Alireza Faghani, aos 10. A França tem domínio total da partida, enquanto a Argentina não consegue reagir. Mbappe desequilibra de uma maneira que Messi nem aparece na partida. Ao final do tempo de jogo, o equilíbrio técnico só é quebrado pelo número de cartões amarelos levados por jogadores argentinos, que foram três. No mais, tudo igual, porque depois do empate a Argentina cresceu na partida, enquanto a França administrou.

A Argentina volta com uma alteração para o reinício de partida.

Segundo tempo: a Argentina começa o segundo tempo saindo para cima do adversário. O jogo é eletrizante, com jogadas lá e cá. Depois de tomar a virada logo no reinício de partida a França não se abateu, até porque entendeu que tinha muito jogo pela frente, e mostrou toda a sua força de reação. Depois do terceiro gol a Argentina tinha que sair para o jogo, e com isso aconteceu toda a frouxidão de marcação que culminou com o quarto gol francês. E aí a necessidade de atacar ficou ainda maior. Arrancada de Messi da intermediária do meio para a direita, ele passa pela zaga, entra na área, e chuta fraco para defesa de Lloris, no chão, no meio do gol, aos 29.

Gols: Griezmann cobrando pênalti, aos 12; jogada do ataque argentino pela direita, a bola acaba chegando em Di María na intermediária, sem marcação pelo meio, ele dá um chute forte, a bola vai no canto esquerdo de Hugo Lloris, aos 40. Segundo tempo: Banega cobra falta da direita de pé trocado, a zaga da frança tira a bola da área, ela cai com Messi, que faz um giro e bate cruzado, a bola passa por todo mundo e Mercado mete o pé para descolar o goleiro Lloris e virar o placar, aos 2; jogada do ataque francês pela esquerda que termina com chute cruzado que atravessa a área e do outro lado Pavard, de pé direito, manda a bola também em chute cruzado que vai no ângulo superior direito de Franco Armani, aos 11; ataque francês pela esquerda, cruzamento para a área, a defesa argentina não tira, e Mbappe quase na linha de fundo bate cruzado para vencer Armani, aos 18; saída muito rápida da França, com quatro toques a bola chega em Mbappe, que entrando na área pela direita bate cruzado sem chance de defesa para Armani, aos 22; lançamento de Messi para a área francesa, onde Sergio Agüero, vindo de trás, apara e cabeça, mandando a bola no canto inferior direito de Lloris, aos 47.

*

A Argentina se despede da Copa.

ЏЏ

Em SOCHI – (2)

(1° grupo A x 2° grupo B)

15h

URUGUAI 2 x 1 PORTUGAL

*

Primeiro tempo: não pude ver os primeiros minutos, por estar em trânsito. Segundo o que pude ouvir e acompanhar, o Uruguai foi muito superior, criando as melhores oportunidades, enquanto Portugal muito dependente de Cristiano Ronaldo.

As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: precisando de vitória para seguir em frente na competição, a Portugal não resta alternativa a não ser atacar. Chega ao empate, mas numa desatenção leva o segundo gol, e então se obriga novamente a sair atrás de um empate, para depois pensar na vitória. Já Portugal continua atacando. O Uruguai tem uma grave baixa quando Edinson Cavani sente lesão e tem que ser substituído. Chute de Manuel Fernandes que Muslera pega no meio do gol, aos 40. Nos últimos minutos Portugal exerce forte pressão, já no desespero, sem muita organização. Chute cruzado de Quaresma de dentro da área pela direita que Muslera defende no canto esquerdo, aos 44.

Gols: Cavani lança Suarez na ponta esquerda, ele domina a bola e cruza de novo para o meio da área, onde Cavani, vindo de trás, cabeceia forte para vencer Rui Patrício, aos7. Segundo tempo: cruzamento da esquerda, bola alta na área uruguaia, a bola encobre todo mundo, menos Pepe, que sobe pouco para colocar a bola no meio do gol, mesmo assim tirando Muslera da jogada, aos9; Muslera lança Bentancur em velocidade, ele pega a bola na esquerda e vira o jogo para o outro lado, na entrada da área, onde Cavani estava para bater de chapa, cruzado, a bola faz uma curva e foge do alcance de Patrício, entrando no canto esquerdo, aos 16;

*

Portugal encontra a Argentina no aeroporto.


Your Comment