RSS

Ainda Dá

VOLTA VIVO

O Palmeiras começou a partida empurrando o Inter para o seu campo. Os primeiros minutos foram de quase total posse de bola palmeirense, com o Inter mal conseguindo atravessar a linha da metade de campo. Muitos erros de passe caracterizaram a atuação colorada nos primeiros instantes de jogo. O baixinho Dudu jogando em cima do lateral William, aplicando o 2-1 junto com Zé Roberto.

Apesar de toda a superioridade palmeirense, as melhores oportunidades de abertura do placar até o momento do gol palmeirense foram do Inter. D’Alessandro sendo implacavelmente marcado por Tche Tche não estava conseguindo jogar. O gol contra foi realmente uma infelicidade, porque até então a proposta de jogo colorada estava se dando melhor na partida.

No segundo tempo o Inter voltou com uma postura mais agressiva, tentando descontar e encurtando o campo de marcação. O Palmeiras seguiu fazendo seu jogo pelos lados, e foi quem teve as melhores oportunidades do segundo tempo, forçando Daniel, a mostrar que é outro grande goleiro formado nas categorias de base coloradas.

O Inter precisando atacar, mas não querendo se expor demais, ao mesmo tempo permitindo contra-ataques rápidos, porque o Palmeiras é muito rápido na transição. Em parte facilitou aos atacantes palmeirenses levarem perigo ao gol de Daniel. Até os 25 minutos do segundo tempo Fernando Prass não tinha feito uma defesa sequer. Antônio Carlos coloca Roberson e Brenner nos lugares de Fabinho e Nico López numa tentativa de buscar o empate, mas isso depois dos 30 minutos. Pareceu meio tarde, para quem estava perdendo o jogo desde o primeiro tempo.

 O resultado de derrota não foi o melhor que poderia ter acontecido, mas também não foi nenhum desastre, considerando o poderio do Palmeiras, e não é irreversível, dá para virar, no Beira-Rio.


Your Comment