RSS

BRASIL 2 x 0 Costa Rica

2ª RODADA do GRUPO E

Depois do mísero empate contra a Sérvia, quando não jogou bem, a Seleção Brasileira volta a campo pressionada pela necessidade de recuperação contra o adversário considerado o saco de pancadas do grupo. Tite não faz mudanças e começa o jogo com exatamente a mesma formação que estreou na partida anterior.

Em SÃO PETESBURGO – 22.06.

9h

Escalação que começa a partida:

Alisson; Fagner (22), Thiago Silva (2), Miranda (3) e Marcelo (12); Paulinho (15), Casemiro (5), Philippe Coutinho (11) e Willian (19); Neymar Jr. (10) e Gabriel Jesus (9).

Técnico: Tite.

Primeiro tempo: o Brasil começa a partida tocando a bola, tentando envolver o adversário e se aproveitar os eventuais erros para cavoucar espaços. Jogada de ataque da costa rica que termina com chute de Borges de dentro da área, a bola passando ao lado direito do gol de Alisson, indo à linha de fundo, aos 12. A Costa rica joga fechadinha quando o Brasil tem a bola e aposta nos contra-ataques, enquanto o Brasil se manda para o ataque e concede alguns espaços perigosos. No lance descrito acima, a defesa brasileira estava metade fora do lugar no momento do chute. Na metade do tempo de jogo a Costa Rica já está saindo mais, adiantando a marcação na saída de bola do Brasil. Quando Neymar pega a bola é parado com faltas com a maior sem cerimônia. Sempre lembrando que a Costa Rica joga por uma sobrevida, enquanto o Brasil com uma vitória encaminha a classificação para as oitavas. Neymar lançado em velocidade pela esquerda entra na área e no momento da conclusão tem a frente bloqueada por Keylor Navas, aos 27. Jogada de ataque do Brasil pela esquerda que termina com chute rasteiro de Marcelo que Navas pega no canto inferior direito, aos 40. Nos últimos minutos a pressão foi toda brasileira, mas é impressionante o número de erros de passe. A Costa Rica já atingiu metade do seu objetivo. Se eu fosse o Tite, tiraria o Willian no intervalo. Foi o pior jogador do time.

A Costa Rica volta sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: o Brasil segue tomando a iniciativa, sendo mais agressivo com a entrada de Douglas Costa. Jogada de ataque do Brasil que termina com cabeceio de Gabriel Jesus que manda a bola no travessão e na sequência chute de Philippe Coutinho que bate na zaga e vai a escanteio, aos 4Cruzamento da direita, bola rasteira na marca do pênalti, onde Neymar chuta de primeira e Navas defende para escanteio, aos 11. Jogada do ataque brasileiro que termina com chute de Philippe Coutinho da entrada da área e defesa de Navas no chão, aos 12. Chute cruzado, fraco, de Neymar, que Navas pega em dois tempos, aos 18Neymar cobra escanteio da direita, bola alta na área costaricence, Casemiro cabeceia e Navas defende no meio do gol, aos 25Jogada rápida de contra-ataque do Brasil, bola que sobra para Neymar na intermediária, ele bate cruzado, ela passa ao lado esquerdo do gol de Navas, aos 26. A pressão brasileira é total mas, como sempre, falta pontaria. Neymar é puxado dentro da área, cai, o árbitro dá pênalti, mas volta atrás pelo assistente de vídeo, aos 32. Saiu barato pela não apresentação do cartão amarelo por simulação para o jogador brasileiro. Chute fraco da intermediária, de Philippe Coutinho, que Navas defende no meio do gol, aos 39. Chute de Casemiro da entrada da área que Navas pega no canto inferior esquerdo, aos 41. Nos últimos minutos o jogo ficou muito truncado, com muitas paralisações causadas por jogadores da Costa Rica, e o árbitro deu 6 minutos de acréscimos. Ao soar o último apito da partida, Neymar senta no grande círculo e chora copiosamente.

*

Cartões: segundo tempo: amarelos para Neymar (entra pendurado no jogo contra a Sérvia) e Philippe Coutinho por reclamação, aos 36.

Gols: segundo tempo: Marcelo cruza da esquerda, bola alta na área costaricence, onde Firmino escora de cabeça para o meio, Gabriel Jesus não domina e Philippe Coutinho vindo de trás completa para as redes, bola passando por entre as pernas de Keylor Navas, aos 45; jogada do ataque brasileiro, Douglas Costa cruza para o meio da área e Neymar, vindo de trás, completa para as redes, aos 52.

Trocas: segundo tempo: Douglas Costa (7) vem para o jogo no lugar de Willian, na volta do intervalo; Roberto Firmino (20) vem para o jogo no lugar de Paulinho, aos22; Fernandinho (17) vem para o jogo no lugar de Gabriel Jesus, aos 46.

*

Arbitragem: Bjorn Kuipers (Fifa/HOL), com Sander Von Roekel (Fifa/HOL) e Erwin Zeistra (Fifa/HOL).

Melhor do jogo: Philippe Coutinho.

Resultado que elimina a Costa Rica e encaminha a classificação do Brasil para as oitavas, dependendo de como forem Suíça e Sérvia, que se enfrentam mais tarde.


Your Comment