RSS

BRASIL 3 x 1 Peru

FINAL da COPA AMÉRICA 2019

Ainda devendo o Brasil um bom resultado contra um adversário de expressão (e ainda não sendo o caso) e em meio a notícias (falsas ou não) da saída do técnico Tite com ou sem conquista da Copa América, começa para as duas equipes uma decisão que vai definir os futuros dos treinadores e a despedida de alguns jogadores antes da Copa do Catar.

No MARACANÃ – 06.07.

17h

Formação que inicia a partida:

AlissonDaniel Alves (13), Thiago Silva (2), Marquinhos (4), Alex Sandro (12); Casemiro (5), Arthur (8), Philippe Coutinho (11); Everton (19), Gabriel Jesus (9) e Firmino (20).

Primeiro tempo: o Peru começa a partida saindo para cima do adversário, procurando atacar desde o início. Nos primeiros cinco minutos de partida o Brasil mal conseguiu passar do seu campo, sendo fortemente marcado e amordaçado no setor que decide o jogo, o meio de campo. Até a abertura do placar o Peru era melhor que o Brasil. O que aconteceu foi que o Peru perdeu o ímpeto, meio que se recolhendo, e assim o Brasil seguiu não conseguindo atacar. Esperava-se que depois de sofrer o gol o Peru se abrisse mais, mas não é o que está acontecendo, apesar da superioridade brasileira, que assumiu o controle do meio de campo. O Brasil tem sérios problemas de marcação e o Brasil seguiu empurrado para trás, depois do gol de empate.

As equipes Peru não mudam para o reinício de partida.

Segundo tempo: começando com o Brasil saindo para o ataque, em busca do tranquilizador terceiro gol. O Brasil volta melhor em relação a si mesmo da primeira etapa e agora é a vez de o Peru não conseguir jogar. Tite teve que mudar o jeito do time jogar, depois da expulsão inesperada de Gabriel Jesus. Chute cruzado de Cueva que Alisson manda para escanteio no canto inferior direito, aos 27. O Brasil não fez um grande segundo tempo mas mesmo assim foi melhor que o Peru, que até tentou atacar, mas não aproveitou alguns vacilos da defesa adversária. Lá na frente Tite fez bem em não tirar Everton quando o time ficou com um a menos.  Também acertou em substituí-lo no finalzinho, para que recebesse a ovação da torcida presente no estádio.

Cartões: amarelo para Gabriel Jesus, aos 30. Segundo tempo: amarelo para Thiago Silva, aos 7; vermelho para Gabriel Jesus por exagero na simulação do lateral Advíncula, aos 24.

Gols: Daniel Alves lança Gabriel Jesus na ponta direita, ele ganha de Trauco e cruza por cima, a bola passa por todo mundo e cai nos pés de Everton, quase na pequena área, só completa para as redes, aos 14; Paolo Guerrero bate pênalti no canto direito, Alisson pula para o esquerdo, e o empate acontece, aos 43; jogada do ataque brasileiro pelo meio, Arthur dá a bola a Gabriel Jesus na entrada da área, ele bate desviando de Gallese, que saía, e recoloca o Brasil na frente, aos 47. Segundo tempo: Richarlison cobra pênalti no canto inferior direito, sem chance de defesa para Gallese, aos 45.

Trocas: segundo tempo: Richarlison (21) vem para o jogo no lugar de Roberto Firmino, aos 29; Eder Militão (4) vem para o jogo no lugar de Philippe Coutinho, aos 31; Allan (15) vem para o jogo no lugar de Everton, aos 47.

O Brasil é o vencedor da 46ª edição da Copa América (9 vezes campeão desta competição).

*

Arbitragem: Roberto Tobar (Fifa/.HI), auxiliado por Christian Schiemann (Fifa/CHI) e .láudio Rios (Fifa/CHI).

Em jogada do ataque peruano pela direita, Thiago Silva dá um carrinho com o braço apoiado no chão dentro da área e o árbitro não hesita em assinalar penalidade máxima, aos 40 do primeiro tempo. Everton faz jogada individual arrancando da intermediária da esquerda para o meio e quando entra na área é derrubado; o árbitro marca o pênalti aos 42 do segundo tempo, mas em princípio a penalidade não aconteceu.

VAR Julio Bascuñan (Fifa/CHI): acionado para confirmar o pênalti do primeiro tempo. Acionado para confirmar o pênalti do segundo tempo.

Público: pagante 58.574; total 69.976; renda R$ 38.769.850.

Melhor do jogo: Everton.

V= 4/ E= 2


Your Comment