RSS

Brasileirão 2018 – 32

Sabendo que seu principal rival abriu oito pontos de vantagem e restando-lhe ainda 21 a disputar, o Colorado volta a campo diante de sua torcida com um único objetivo, vencer seu jogo, se quiser ainda se manter na disputa pelo título. Já o adversário, com o mesmo número de pontos a disputar, ainda tem chance matemática de sonhar com uma classificação na zona nobre da tabela. Confronto entre a terceira e a oitava posições na tabela, respectivamente.

No BEIRARIO – 04.11.

19h

(2) INTER (de virada) 21 ATLÉTICOPR (2)

Primeiro tempo: o Atlético manda a campo um time quase totalmente reserva, se preservando para a Sul Americana, no meio da semana, e consegue impor dificuldades ao Colorado, que não consegue atacar. O Inter acumulou escanteios mas ficou devendo em aproveitamento. Primeiro tempo bem ruim, da parte do Inter, enquanto o Atlético fez o que dele se esperava, dada a circunstância.

As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: começando com o Inter tentando recuperar o tempo perdido na primeira etapa. Chute cruzado de Nico López que Felipe Alves espalma para o lado, aos 4. Cobrança de falta da esquerda, bola alta na área colorada, Victor Cuesta cabeceia para trás, mandando a bola na trave direita, fora do alcance de Marcelo Lomba, quase fazendo gol contra, aos 7. Contra-ataque colorado, Damião lançado na altura da meia lua, bate colocado, para defesa parcial de Felipe Alves, aos 13Chute cruzado de Nico López da esquerda que Felipe Alves espalma para o lado, aos 44. Chute de Bergson da entrada da área que Lomba manda para escanteio, aos 50.

Resultado que confirma o Colorado na vice liderança da competição.

*

Gols: segundo tempo: Patrick perde uma bola no meio do campo e dá contra-ataque ao Furacão, Camacho chuta da intermediária pelo meio, Rodrigo Moledo bota o pé na bola e a tira do alcance de Marcelo Lomba, entrando no canto direito, aos 19; jogada do ataque colorado pela esquerda, Wellington Silva cruza por cima, a bola cai meio da área do Atlético, onde Rodrigo Moledo aparece para desviar do goleiro e colocá-la no canto inferior direito, aos 36; D’Alessandro cobrando pênalti, aos 48.

*

Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (AB/SC), com Helton Nunes (AB/SC) e Alex dos Santos (AB/SC).

Aos 45 minutos do segundo tempo Rossi é empurrado dentro da área em contra-ataque rápido, o assistente atrás do gol avisa o árbitro sobre pênalti, mas as imagens não confirmam. Mal marcado.

Público: pagante 28.332; total 32.007; renda R$ 625.080.

Melhor do jogo: D’Alessandro.


Your Comment