RSS

Brasileirão 2019 – 15

Confronto entre 12° e 8° colocados, ambos com interesses diferentes. Enquanto um se divide entre Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, o outro ainda está em fase de adaptação ao novo treinador, Zé Ricardo, que substitui Rogério Ceni, que trocou de clube. Jogo que atrasou vários minutos por conta de um enxame de abelhas que tomou conta de uma das bandeiras de escanteio e que foram retiradas depois de muita luta dos bombeiros presentes no estádio.
Na ARENA CASTELÃO – 17.08.
17h
FORTALEZA 0 x 1 INTER
*
Primeiro tempo: começando com o Fortaleza saindo para cima do adversário. É um time que gosta do toque de bola, chegando a colocar o Inter na roda com este expediente. Jogada de ataque do Forteleza, bate-rebate que sobra para Felipe, que chuta forte e Danilo Fernandes defende no meio do gol para escanteio, aos 22. Foi o primeiro chute da partida de qualquer lado que provocou defesa de um dos goleiros. Até então nada de mais havia acontecido apesar de toda a posse de bola do time da casa. O Fortaleza joga muito com o goleiro, que meio que faz a de armador, com lançamentos e organizando a saída de jogo do time. Quando perde a bola o Fortaleza faz marcação alta, dificultando a saída de jogo do adversário, que não tem retenção de bola na frente pela incapacidade de Santiago Tréllez de fazer qualquer tipo de jogada. Chute cruzado de Edinho de dentro da área pela direita que Danilo espalma de volta para o campo de jogo, aos 45. Não fosse por Danilo Fernandes o Inter teria saído com derrota ao final da primeira etapa.
As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.
Segundo tempo: vez de o Colorado sair para cima do adversário. Odair Hellmann enxergou tudo de errado que aconteceu na primeira etapa e trouxe para a segunda um time mais agressivo, que tratou de aniquilar as investidas do Fortaleza, especialmente pela direita, onde Edinho sumiu do jogo nos primeiros minutos. O Fortaleza voltou sem conseguir repetir o massacre e o ferrolho apresentados na etapa inicial. Cruzamento de Tinga da direita, Welligton Paulista sobre mais que Emerson Santos, cabeceia e Danilo faz defesa no canto superior esquerdo mandando a bola para escanteio, aos 29. Este foi o primeiro escanteio no canto onde as abelhas atrasaram o início do jogo. Chute forte de Juninho da intermediária que Danilo pega no chão, no meio do gol, aos 35.
Gols: segundo tempo: jogada de Guilherme Parede na direita, ele entra na área e bate cruzado, Felipe Alves espalma para o outro lado, onde Wellington Silva estava livre de marcação para completar para as redes, aos 21.
Resultado que confirma o Inter na sexta posição podendo ser ultrapassado pelo São Paulo até o final da rodada.
*
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC), com Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Helton Nunes (AB/SC).
Bruno Melo tenta enganar a arbitragem usando o braço para marcar um gol em um escanteio. O árbitro vê e lhe dá cartão amarelo. Alertado pelos jogadores colorados, se dá conta de aquele mesmo jogador já tinha recebido amarelo na primeira etapa. Então, sem ajuda do VAR, ele mostra o vermelho para o jogador, aos 42 do segundo tempo.
Público: pagante ………………….; total …………………….; renda R$ ……………………...
Melhor do jogo: Danilo Fernandes.

Your Comment