RSS

Cap. 38 – Pt. 4

      Ela abriu uma das mãos, espalmada, à sua frente.

      – Eu não quero fazer isso. – falou, com calma. – Sei que você não quer ferir estas pessoas… Por favor, coloque a arma no chão. A Policia já está chegando…

      Márcio parou, olhando para ela. Seus olhos vislumbraram a porta da casa aberta, e ele correu para lá.

      – Quero falar com Miranda! – gritou.

      Marjorie correu atrás dele, mesmo sabendo que naquele momento, seria um erro tentar acertá-lo.

      – Fique parado e solte a arma! – tornou a dizer.

      Ela ficou estarrecida ao ver justamente a irmã de Ernesto aparecer na porta.

      – Eu estou aqui, Márcio. O que você quer? Por favor, não faça nada contra as pessoas…

      Ele parou, olhando para ela. 

      Marjorie parou atrás dele.

      – É sua última chance, amigo. – falou, ainda pausadamente. – Solte o revólver. Se você se mexer, eu vou atirar!

      – Ela levou o meu filho! Ela não podia ter me deixado!

      – Podia, sim. – falou Miranda. – Eu quis ser feliz com você, mas você não deixou Acabou, agora. Quero você longe de mim, e longe do meu filho.

      O que aconteceu a seguir foi muito rápido.

      A Políca entrou pelo portão atrás de Marjorie. Márcio ainda estava com a arma na mão. Marjorie foi puxada por um policial, enquanto outro jogou-se sobre Márcio.

      Miranda recuou para dentro da casa, antes que fosse ouvido o primeiro disparo. Houve mais dois, e em seguida o silêncio.


Your Comment