RSS

Copa do Brasil – 6

4ª FASEJOGO de VOLTA

Sem D’Alessandro e sem Edenílson o técnico Antônio Carlos Zago tem duas opções: ou mexe o mínimo possível colocando (e mantendo) jogadores de ofício em suas posições originais, ou bagunça tudo apostando numa suposta eficiência de quem pode atuar em mais de uma posição.

Na ARENA CORINTHIANS – 19.04.

21h45

CORINTHIANS 1 x 1 INTER

Gols: cobrança de lateral na direita, bola caindo no meio da área colorada, ninguém tira, e do ouro lado, pela esquerda, Maycon aparece sozinho para bater cruzado e colocar no canto inferior esquerdo de Marcelo Lomba, aos 7. Segundo tempo: William cruza, Carlos cabeceia na área, Cássio faz defesa milagrosa, a bola volta para Nico, que bate cruzado, a bola bate em Fagner e entra, aos 27.

*

Primeiro tempo começando com muitos estudos, alguma velocidade e as duas equipes tentando propor jogo. Chute cruzado de Nico López que Cássio pega no canto direito, no chão, aos 5; Jô avança pela intermediária, ganhando na corrida e de dentro da área bate cruzado, bola passando rente ao pé da trave esquerda de Lomba, aos 9; bola alçada na área corintiana e Brenner de cabeça manda no pé da trave direita, pela linha de fundo, aos 19; William cruza da direita e Cássio tira de soco para fora da área, aos 27; jogada de ataque do Corinthians que termina com finalização quase à queima-roupa de Romero que Lomba defende no canto inferior direito, aos 47.

As duas equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

O segundo tempo começa com a mesma dinâmica do final do primeiro, com o Corinthians saindo para cima do Inter. Cruzamento de Romero da esquerda, a bola atravessa a área e do outro lado Rodriguinho entra para cabecear, a bola sai pela linha de fundo rente à trave direita de Marcelo Lomba, aos 12; Nico faz jogada na frente da área, gira e bate para defesa de Cássio no chão, aos 33; a defesa colorada bate cabeça na entrada da área, e a bola sobra para Clayton, quase embaixo do gol, e ele chuta por cima, aos 43; mais uma jogada do ataque corintiano, desta vez terminando com Lomba fazendo outra defesa milagrosa, em chute de Jô à queima-roupa aos 45; jogada do ataque colorado que termina com chute de Carlos de dentro da área cara a cara com Cássio, que defende no canto inferior esquerdo, mandando para escanteio, aos 46; chute cruzado de Valdívia da intermediária que Cássio defende para o lado, aos 47.

*

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CBF/RJ), com Eduardo de Souza Couto (CBF/RJ) e Michael Correia (CBF/RJ).

O árbitro deu mais cinco minutos de acréscimos no primeiro tempo levando em consideração a parada dos sinalizadores. No segundo tempo outros cinco minutos de acréscimos pela mesma razão.

Público: pagante 32.352; total 32.691; renda R$ 1.639.000,00.

Nas cobranças de pênaltis:

Brenner cobra e converte (1); Jadson cobra e converte (1); William cobra e erra, joga para fora (1); Maycon cobra e Lomba defende (1); Valdívia cobra e converte (2); Jô cobra e converte (2); Cuesta cobra e converte (3); Marquinhos Gabriel cobra e Lomba defende com os pés (2); Léo Ortiz cobra e Cássio defende (3); Fagner cobra e converte (3); Diego cobra e converte (4); Guilherme Arana cobra e chuta para fora (3).

O Inter segue adiante na competição.

Melhor do jogo: Marcelo Lomba.


Your Comment