RSS

Dia 126 – 2019

segunda

Horário da Postagem

09h29min

Em Porto Alegre a intensidade média do vento segue em aceleração, com movimentação entre 3 e 13 km/h; ao tempestade rápida do final da tarde de domingo não impediu que a segunda começasse com parcial nebulosidade, e pelo menos um site aponta chuva ainda para hoje; a temperatura máxima volta a recuar, com variação de 24 a 25°; a umidade relativa mais uma vez não sofre alteração a não ser pelo índice mínimo, com variação entre 90 e 100%; a mínima permanece estável na casa dos 21 a 23°Celsius. No momento desta publicação, 23°. Dados de aplicativos e clima para celular (Yahoo Tempo, Accu Weather, GoWeatherForecast, Tempo Agora, Radar Meteorológico).

²

A segunda-feira começa com a missão de deixar o Toy na Inject Car para a instalação das câmeras frontal, traseira e de ré. A ideia é a mesma da semana passada quando deixei a Preta: ir a pé até em casa, almoçar e voltar a pé para buscar. Lembrando que a Inject fica no primeiro subsolo do BarraShopping Sul.

Os passos desta caminhada se juntarão aos 368 que foram dados até momento desde que saí de casa e incluem o deslocamento dentro do estacionamento da empresa (hoje peguei a última vaga no estacionamento dos fundos e aconteceu exatamente como eu disse que seria, o amigo da segurança estranhou o carro, mas liberou a cancela quando mostrei o crachá) até chegar aqui no posto de trabalho. Serão contabilizados os passos que eu der para ir e voltar do banheiro desde que o celular vá junto (o que acabou de acontecer).

As ideias da volta a pé para casa e depois da ida a pé para buscar o veículo, a esta altura da manhã, representam um enorme desafio pessoal a ser cumprido, que no momento não pareço ter coragem de cumprir. Mas se quiser compensar as gulodices do final de semana e alguma eventual de hoje, não vou poder deixar passar.

A coragem terá que sair de algum lugar.

¹

O papel higiênico disponibilizado pelo Estado parece ter um espírito corporativo, do tipo unidos venceremos, porque quando se quer pegar um pedaço ele meio que se recusa a deixar o restante do rolo. Chega a ficar amarrotado na linha de corte, de tão resistente. Em compensação, depois que se consegue cortar, no momento do uso ele simplesmente se desmancha, e o que acontece é que a pessoa mais suja os dedos do que faz uma limpeza.

Se quiser visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment