RSS

Dia 137 – 2012

quarta

Hora da Postagem

07:03

Apesar do ventão que não sei quando começou, mas se estendeu até uma parte da madrugada, a noite foi mais quente que as anteriores, com a temperatura dando mais uma subidinha: às 6:2513ºC.

4

SEM ESCAPATÓRIA

Com pouco mais de quarenta minutos estava com dois textos já prontos para serem digitados e postados hoje, depois do Sala de Redação, entre 14 e 15 horas.

Não acreditei que ainda ontem conseguiria escrever um terceiro texto, o que efetivamente não pude fazer, por conta dos filmes que havia para ver, à tarde, e dos que teria que ver à noite. Já sabia que as reapresentações de episódios que já tinha visto, de Person of Interest e Fringe me ajudarão a desovar mais rapidamente a fita de terça para quarta, quando chegar a hora dela, que eu espero que seja antes da semana que vem.

Enquanto escrevia, mais uma vez ma bateu aquela bobeira enlouquecida. Como em geral ela me vem em horário em que estou assistindo filmes, como ontem se invertera a expectativa, esperei que dali a pouco, quando eu fosse para a frente da tv, ela me deixasse quieto, se afastasse de mim (não adiantou, bateu igual).

3

SENSACIONAL

Me caíram as tranças (o que é estranho, já que raspo a cabeça, mas era o mais próximo da minha realidade que eu poderia dizer, uma vez que em momento algum carrego comigo butiás para me caírem dos bolsos) e fiquei muito feliz ao ler, ontem, que será construído um viaduto ligando a rua Pinheiro Borda à av. Edvaldo Pereira Paiva, também conhecida como Beira-Rio.

Achei a ideia maravilhosa, seria uma obra fabulosa, que vai eliminar sinaleiras, acho que eliminar até a própria rótula. Todos os dias passo por ali, na vinda para o trabalho: desço a Pinheiro e entro à esquerda, para ingressar na Edvaldo.

Um viaduto nos largando na avenida duplicada será algo de muito grandioso e imensamente facilitador da nossa vida.

Espetáculo.

2

SEM ABUSAR

De segunda para terça  eu já havia deixado duas postagens prontas, digitadas, faltando apenas dar o comando para a publicação, o que foi feito na manhã de ontem. Só depois foi que escrevi o terceiro textos, nos intervalos entre um atendimento e outro, no trabalho.

Foi então que percebi que por não ter mais a pressão da obrigação de ter que criar para postar no mesmo dia, ficou mais fácil escrever no ambiente de trabalho, com todo barulho da redondeza. Foi até tranquilo, escrever. Usei pela primeira vez uma folha pautada, de um dos cadernos que ganhei do meu amigo, na semana passada. Achei interessante, mas não acredito que se tornará regra.

Tanto que depois tentei escrever um quarto texto, para a categoria Desvarios (partindo do suposto que eu teria capacidade de escrever um texto sobre amor) e não consegui. Não deu para alcançar um nível extra de concentração.

1

FAROFADA

Como sempre faço, antes de olhar filmes, na tarde de ontem comecei a almoçar na frente do micro.

Não sei o que aconteceu, mas pouco depois de estar conectado o MSN caiu. Caiu e não entrava mais. Algumas páginas de internet não estavam entrando, como o Facebook, mas a ZH entrava, o Quem Vai Querer Saber™ entrava, inclusive nas estatísticas.

Como estava preparado para ficar escrevendo, entre 14 e 15 horas (por ocasião do acerto da grade de gravações fui obrigado a recorrer a uma inversão no cronograma, deixando para assistir os atrasados depois das 15) por conta da gravação da reprise do episódio de Criminal Minds da noite anterior, não esquentei com o problema.

Desliguei o micro e fui escrever. Só cheguei perto, de novo, no começo da noite, apostando em que já estaria tudo normal, de novo (e estava). Ajudou a não esquentar a cabeça o fato de que já havia postado três vezes, ontem, não tinha mais nada para publicar.


1 Comments Add Yours ↓

  1. Dafne #
    1

    Não resista à bobeira!!!!
    Durma, durma, durma!!! Enquanto podes!!!!
    Depois… Hehehehehe Beijos



Your Comment