RSS

Dia 143 – 2014

sexta

Hora da Postagem

12:00

A nebulosidade parece que não cogita a hipótese de ir embora. Já se perde a conta dos dias em que não temos o brilho do Sol. Há previsão de 3 mm de chuva. A temperatura segue na descendente, com a máxima prevista para 19ºC. No momento do início desta postagem a marca lá fora oscila entre 13 e 14º.

Desde ontem à noite estava decidido a fazer duas coisas. Uma delas era sair de casa no horário do meio-dia, pegar o Santa e ir almoçar no Nacional da José de Alencar. Algo do tipo unir o útil ao agradável. Depois disso, ir ao Big/Barra pegar a minha encomenda na Saraiva.

Outro dia quando estava vendo um filme na tv tive algumas ideias que deveria ter anotado tão logo o filme acabou. Como não as escrevi, esqueci.

Ontem resolvi fazer uma coisa que poderia ser considerada loucura, depois de ter passado mais de mês com a minha página fora do ar. Relembrando, o problema aconteceu porque eu tentei fazer uma atualização de versão do WordPress. Estava usando a versão 3.2.1 e o programa já estava na 3.9.1. Sei lá por quais modificações o programa havia passado até chegar naquela versão, e eu queria saber. Até a versão 3.2.1 eu havia conseguido fazer atualizações sozinho. Dali em diante não havia mais conseguido, e quando tentei, no começo de Abril, a página acabou primeiro perdendo as configurações. Depois saiu do ar.

Como escrevi no dia da volta, meu primo e a equipe técnica da Median não mediram esforços para nos trazer de volta sem perda de conteúdo no blogue, tarefa que eu já havia colocado na categoria do impossível. Mas todas as coisas são possíveis para aqueles que têm fé. Ficou comprovado que não só para os que têm fé, mas também para os que têm conhecimento. E quando a página retornou, na versão 3.5.1 do WordPress, eu comecei a perceber que estava tendo algumas facilidades que anteriormente não tinha em termos de privilégios de administrador.

Me ocorreu, então, já que isso estava acontecendo, a ideia de mais uma vez correr o risco e tentar fazer a atualização para a versão 3.9.1. E eu dei o comando convicto de que o máximo que poderia acontecer, na pior das hipóteses, era receber alguma mensagem de erro. Neste caso, a atualização não se efetivaria e eu continuaria com a versão 3.5.1.

A surpresa foi que a atualização foi feita com sucesso. A página de administração mudou de cor, mas as funcionalidades continuaram todas lá, algumas delas com modificações, mas tudo funcionando. O WP informou, entre outras coisas, que foram corrigidos 34 bugs de versões anteriores, e que foi instalado um facilitador de atualizações. Todas as próximas poderão ser comandadas com apenas um clique, aliás, como foi esta. Os temas continuaram todos funcionando, inclusive o (para mim) imortal Vina.

Se for pensar nos problemas que a última tentativa causou, foi uma vitória não só da audácia, mas também de uma grande falta de vergonha na cara.

Bueno.

Hoje de novo não houve jeito de sair muito cedo da cama, mas com algumas diferenças. Não levantei as pernas, por exemplo. Quando os despertadores começaram a tocar eu simplesmente os travei e segui dormindo. Olhei de novo para o relógio quando eram 7:44 e depois às 8:29. Meia-hora mais cedo do que ontem já estava tomando café. A ideia de sair com o Santa para almoçar fora ganhou força, o que é bem possível que eu faça depois que publicar este post.

Fiz a barba e raspei a cabeça antes de ir para a esteira, porque me conheço um pouco. Se deixasse para fazer isso depois da esteira colocaria sobre mim uma pressão que aumentaria as chances de fazê-lo com pressa, o que por sua vez aumentaria as chances de eu mais uma vez arrancar um escalpo da cabeça. Fazendo antes eliminei a possibilidade da pressão autoimposta.

Hoje à noite só há o episódio de Twisted para assistir, e a tarde, depois que voltar do Barra, será uma incógnita. Ontem, depois de vários dias, voltei a assistir um filme em dvd. A tendência é de que repita a dose hoje.

E por enquanto era isso.


Your Comment