RSS

Dia 152 – 2012

quinta

Horário da Postagem

07:38

Dia ensolarado, com poucas nuvens no horizonte. A temperatura deu uma avançadinha, coisa pouca: às 6:28, na curva do Hipódromo, 18ºC.

4

ESTÁ GANHANDO, SAI

É corrente que o novo presidente da CBF, José Maria Marin, não quer a permanência de Manos Menezes no comando técnico a Seleção Brasileira de Futebol. Diz-se que seu candidato é Muricy Ramalho. Que até poderá aceitar um eventual convite caso o Santos não vença a Libertadores.

O problema para Marin é que o time de Mano está sobrando em relação aos últimos adversários. No sábado havia batido a Dinamarca, ontem patrolou os Estados Unidos por 4 x 1. Mas como ele tem o poder de decisão, é bem possível que mesmo que a Seleção ganhe a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, o presidente da CBF faça valer aquilo que aqui no sul é sarcasticamente chamado de Lei Guerrinha (Adroaldo Guerra Filho, jornalista gaúcho, que não perdoa algumas decisões que treinadores e dirigentes costumam tomar), que, neste caso, está ali no título deste tópico.

3

REENCONTROS

A volta do frio trouxe de volta meu gostoso hábito de me vestir de mendigo nesta época. A queda na temperatura foi um agravante para eu literalmente capotar à frente da televisão, na tarde de ontem.

Depois de vários dias podendo me vestir de verão, ontem me vi novamente obrigado a enfiar um ceroulão para proteger as pernas (frio da cintura para baixo acaba comigo), camiseta de mangas compridas com outra de mangas curtas por cima e minha touquinha nesta época inseparável. Não tive como escapar.

E tão logo senti o corpo esquentando, a sensação de aconchego acabou se transformando em um sono tão forte, tão forte, que perdia alguns diálogos do que estava vendo, rebobinava a fita, e entes que tivesse chance de ler o que havia perdido, cochilava de novo. Para alguns trechos do episódio de Revenge foi preciso rebobinar a fita mais de uma vez na mesma sequência.

Por várias razões, o retorno do frio vai ser uma época complicada de acompanhar.

2

NOITADA

A parte boa da noite de ontem, com relação à televisão, foi que o jogo da Seleção aconteceu às 21 e pouco, e não às 22, como haviam me dito. A partida, apesar de amistosa, conseguiu a façanha de mexer com os horários das novelas da Rede Globo. E eu consegui dormir na minha hora normal.

Muito contribuiu para isso o fato de que nesses amistosos da Seleção eu não tenho grande compromisso a não ser o de assistir às partidas.

Com base na informação inicial sobre a hora do jogo havia até montado um esquema de assistir um filme às 21, mas depois da confirmação do horário fui obrigado a programar tudo que havia na noite para gravação. Minha surpresa ficou por conta da estreia da quarta temporada de Castle, que saiu do AXN e passou para o Sony. Vi várias vezes a chamada, em dias anteriores, mas não havia me dado conta da mudança.

1

RESOLVIDO

A questão da leitura das ZH atrasadas mais ou menos se resolveu quando o amigo da portaria que vem aqui ao 8º andar me trazer os exemplares nos dias em que estou de folga ligou no interfone querendo saber se eu poderia lhe dar a de domingo. Como já a havia lido quase toda e já tinha separado os classificados de imóveis (que levo para uma colega do trabalho), só peguei as palavras cruzadas e o restante ele ficou.

Foi a segunda semana seguida que ele me pediu um jornal. É para a sogra, diz ele. Na semana anterior foi a de sábado. Pelo menos ele pergunta se eu já li. Agora ficou só a de segunda, que já comecei a ler. O mesmo da semana passada: maioria do que li parecia notícia velha.


Your Comment