RSS

Dia 152 – 2018

sexta

Hora da Postagem

08h57min

Umidade relativa ainda em alta, oscilando de 77 a 85%; a chuva continua frequentando a previsão e segue a forte nebulosidade desde o dia anterior; temperatura máxima sofre mais um recuo, desta vez um pouco mais acentuadomínima em quadro de estabilidade, com 17°Celsius; intensidade do vento quase dobra, chegando aos 15 km/hDados do site Tempo Agora.

Bom, então acontece que depois de um nem tão longo período afastado por férias e folgas, começa agora um longo período até dia 11, quando depois voltarei a ter uma sequência de três semanas de folgas de três dias. Nesse meio tempo terei folgas normais na terça e na quinta da semana que vem.

Na segunda-feira, dia 4, completarei 39 anos de empresa. Hoje em dia quase ninguém se imagina trabalhando por tanto tempo no mesmo lugar, mas eu nunca cheguei a pensar em como foi que consegui. Muitas coisas aconteceram, muitas histórias em muitos tempos, porque ao longo da existência de uma empresa do porte de uma estatal de Informática passam pessoas de todos os tipos. Tivemos tempos bem tenebrosos e sombrios por aqui.

Isso dito, outro dia estava no carro esperando a Lisi voltar de dentro de uma farmácia. Estava escutando uma música e me deu uma súbita saudade de um período da minha vida, entre os 15 e os 30 anos, aproximadamente. Não por causa de algum fato particular da minha vida, nem por ter sido o melhor tempo e outros blá, blás. O que me deu saudade foi, primeiro, o tempo em que estava chegando ao Brasil o seriado do Homem de Seis Milhões de Dólares.

Outra coisa que me deu saudade foi do tempo em que a gente ouvia uma música em versão reduzida no rádio e depois descobria que no disco havia uma versão maior. Coisa que nos tempos atuais nem se cogita, depois que o cd tomou conta das ações.

Para minha sorte, tenho vários episódios do Cyborg gravados, e tenho também a maioria das músicas que descobri terem versões extensas, o que de vez em quando vai fazer aflorar o sentimentalismo dessas coisas. Há também um certo sentimentalismo ao pensar em épocas em que os filhos eram menores (crianças e adolescentes), mas não trocaria a vida de hoje por aquela.

Tudo tem seu tempo.

Para visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber™, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment