RSS

Dia 172 – 2019

sexta

Horário da Postagem

08h38min

Em Porto Alegre a velocidade média do vento tem movimentações entre 5 e 7 km/h; a expectativa de temperatura máxima é de elevação, na casa dos 21 a 25°; a umidade relativa fica em alta, oscilando entre 97 e 100%; a temperatura mínima não fica muito diferente da que faz na serra, com variação entre 2 e Celsius; o dia amanheceu com nebulosidade parcial, sem neblina, e a chuva se mantém fora do quadro do tempo. No momento desta publicação, 10°. Dados de aplicativos de clima para celular (Yahoo Tempo, Accu Weather, GoWeatherForecast, Tempo Agora, Radar Meteorológico).

Bom, então acontece que na sexta-feira no meio de um feriadão a empresa está meio vazia, o que não chega a surpreender, mas significa que no helpdesk vamos trabalhar não dobrado, mas triplicado, apesar de que em alguns outros órgãos é muito grande a possibilidade de também ter havido uma grande debandada de pessoal.

De toda maneira, vou ter que ser econômico nas palavras, aqui.

Não vou poder me furtar, entretanto, de escrever alguma coisa sobre os óbitos de peixes de nossos aquários. Quando chegamos em casa, ontem, na volta de Nova Petrópolis, estranhamos que um dos bettas estava desaparecido. Detalhe: aquele betta dragão, em especial, era o peixe mais calmo (ou mais preguiçoso) que tínhamos. O cara adorava ficar parado nos cantos, no fundo do aquário, ou no nível da água. Nunca havia dado sinais de que tentaria saltar (peixes betta são saltadores)

Já presenciei, a Lisi presenciou, e ambos os que saltaram, mesmo que a gente os tivesse recolocado na água em seguida, não sobreviveram.

O dragão achou uma fresta na tampa do aquário, saltou, provavelmente estrebuchou, e nesse último movimento foi quando caiu para trás da estante, onde o encontramos, durinho. Nunca imaginamos que ele faria isso, até porque em outras ocasiões ficou paradinho com o aquário sem a tampa.

Hoje cedo descobrimos uma baixa no segundo aquário maior. No início da semana havia morrido o dálmata gordinho. Nesta madrugada morreu o dálmata magrinho. Para nós é uma incógnita, porque a gente está fazendo tudo certinho, só pegamos peixes que precisam do mesmo ph na água, usamos alimentação universal, fazemos manutenção dos filtros, não descuidamos dos cuidados necessários.

Alguns peixes reagem bem, outros não. Só tem um jeito de saber, e não é desistindo, apesar do custo da brincadeira. Mas é muito estranho.

÷

Estando ausente ao longo da semana, não sabia que haveria café da manhã de São João no setor. Provavelmente vou pegar uma boquinha, mas só se for estimulado a me servir dos comes. Em caso positivo, o lanche que a Lisi separou para hoje fica para amanhã.

Quase posso apostar que assim será.

Se quiser visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment