RSS

Dia 181 – 2014

segunda

Horário da Postagem

12:51

Quando se pensava que a chuva daria uma trégua, a madrugada desmentiu, com vento, junto. O quadro só se alterou quando amanheceu, quando ficou só o vento. Com ele, a temperatura cai para níveis perigosos, com máxima prevista de 16ºC. Há previsão de 12 mm de chuvas, que talvez já tenham acontecido. No momento do início desta postagem, 13º.

A função de levantar cedo para descer e pegar o jornal de segunda-feira só não bateu na trave por causa do muito vento e da muita chuva porque no último minuto eu lembrei que havia dois sacos de lixo orgânico encostados à porta de casa esperando para serem descartados.

Ao contrário de vizinhos de andar que desrespeitam a convenção do condomínio que proíbe o acondicionamento de lixo nas áreas comuns, tenho o costume de segurar dentro de casa até um certo limite. E este limite era hoje cedo. Então, sem pensar demais, a partir da lembrança, levantei antes dos relógios de pulso começarem a tocar e esperei por isso já vestido.

O que não bateu na trave e chegou ao gol foi a irresistível vontade de voltar para a cama tão logo voltasse da missão.Mesmo assim, 7 horas foi meu limite para ficar deitado. Já que não conseguiria dormir de novo, mesmo, achei melhor já dar início às atividades do dia, que nada mais seriam do que as mesmas d sempre, na rotina tranquila que eu gosto tanto.

Montagem da Arena Café da Manhã; leitura da ZH (uma vez que o motivo pré-básico da descida foi o de levar o lixo para baixo, não teria graça pegar o jornal e não lê-lo); andar na esteira; banho; escrever para o blog.

Não preciso lidar com comida, pelo menos até amanhã. Em termos de montagem do blogue me ocorreu a ideia de uma inversão de ordem de criação. Em vez de providenciar a digitalização deste texto para depois montar a espera para a cobertura dos jogos da tarde de hoje pela Copa do Mundo, primeiro fazer isso. A digitalização do texto do post do diário pode ser feita enquanto a primeira partida estiver rolando e não atrapalhará em nada. Montar o post do futebol em meio ao jogo é mais complicado. Muitas vezes me sirvo das descrições de lances feitas pelos repórteres de campo; me sirvo das opiniões dos comentaristas; e mais importante, me sirvo das informações de plantão; me sirvo do saite da Fifa; e me sirvo das imagens da televisão.

Também hoje dou início a mais uma brincadeira de uso do papel da pilha do canto da mesa, para descarte. Vou pular a parte da descrição do novo método, porque será complicado fazê-lo. Não vai alterar o ritmo de descarte de papelada. mas vai tornar o processo um pouco mais divertido, ou ainda mais divertido.


Your Comment