RSS

Dia 191 – 2018

terça

Hora da Postagem

10h24min

O vento retoma um processo de perda de intensidade, apesar de seguir sempre presente, hoje com rajadas de até 19 km/h; umidade relativa com ligeira tendência de queda, oscilando de 62 a 75%; as nuvens parecem estar querendo se dissipar, o horizonte da cidade se apresenta mais limpo, mas a expectativa de chuva permanece no quadro do tempo; temperatura máxima em quadro de estabilidade, com ligeiro avanço; mínima se mantendo rigorosamente estável, estacionada nos 11°Celsius. Dados do site Tempo Agora.

Bom, então acontece que a Copa do Mundo está terminando e, como eu havia previsto (e escrito aqui) lá no começo, saio dela com mais algumas modificações no jeito de acompanhar as partidas, porém boa parte delas serão aproveitadas nos bastidores de criação dos posts, e não na página propriamente dita.

Uma coisa que foi feita pela GZH na Copa não será feita na retomada das competições nacionais, que é a divulgação das escalações de titulares e reservas dos jogos. Na Copa ajudou muito, com aquele monte de nomes estrangeiros e difíceis de pronunciar. No meu caso, não pela pronúncia, mas pela grafia.

Com relação a isso é que entra uma das principais mudanças no meu jeito de acompanhar. Nos lances mais importantes acostumei a anotar os nomes e os tempos de jogo num papel, para me dar um tempo de olhar direitinho o que havia acontecido, para depois ser mais rápido no momento de narrar o lance aqui no blogue. Foi uma coisa que ajudou muito no consumo (e consequente descarte) de mais papel do que o que vinha utilizando. O consumo e descarte até que está indo bem, mas a quantidade do que eu costumava guardar era absurda,

Agora não fico acumulando todo e 1qualquwer tipo de papel que entra (as embalagens de produtos certamente eram o que mais acumulava, juntamente com toda e qualquer notinha de compra), e isso garante que a saída seja sempre maior que a entrada.

O relógio biológico da pessoa é uma coisa inacreditável. Funciona fora do controle, ou ao menos assim parece. Se não, vejamos: aqui em casa temos basicamente três horários para o Sleep Better tocar, quando se trata de dias de trabalho (que, em geral, são os únicos em que é acionado). Quando a Lisi e eu temos que levantar, 05h35. Quando só eu levanto, 05h40. Quando só ela, 05h50. Sim, eu sou o mais amarrado dos dois, e não é por ficar indeciso quanto ao que vestir. É pelo café descansado e por fazer fotos da redondeza.

Não importa qual dos horários esteja marcado no Sleep. o meu relógio biológico me faz despertar para ir ao banheiro invariavelmente quando faltam 3 horas e depois quando falta 1 hora para despertar. A variação dos minutos (se for para 5h35, 5h40 ou 5h50) é proporcional. Não sei como faz isso, mas faz. E faz ainda mais: mesmo eu tendo ido ao banheiro 1 hora antes da hora de levantar de vez, quando levanto a terceira coisa que acontece é que tenho que ir ao banheiro. A primeira é travar o despertador, a segunda é vestir uma calça.

Esta ida ao banheiro é obrigatória até mesmo em dias como hoje, que estou de folga, e só a Lisi saiu. E, sim, uma hora antes de o Sleep tocar em função da saída dela, eu tive que também levantar e ir ao banheiro.

O relógio biológico não acerta o horário em que eu penso em levantar, depois. Sempre penso em sair da cama por volta de 7h30, mas ele insiste em me despertar entre 7h50 e 8h.

Não sei como ele faz isso, mas faz.

Para visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment