RSS

Dia 222 – 2018

sexta

Hora da Postagem

08h17min

A temperatura máxima da mais uma desacelerada brusca, caindo a níveis assustadores; a chuva permanece no quadro do tempo, contrariando previsão anterior, mas respaldada pela forte nebulosidade que persiste desde o dia anterior; umidade relativa estabilizada na alta, entre 70 e 74%; temperatura mínima com quadro de estabilidade, com leve recuo para Celsius; a intensidade do vento também permanece estável, com rajadas a 36 km/h. Dados do site Tempo Agora.

Bom, então aconteceu que tenho me esquecido de comentar, mas na viagem a Nova Petrópolis da terça passada consegui comprar dois cabos que fizeram com que a Canon puxasse normalmente as fotos, sem o drama de ter que ficar ligando, desligando e religando várias vezes, como vinha sendo obrigado a fazer nos últimos tempos. Antes do momento da compra fiquei pensando se não haveria constrangimento quando eu pedisse para testar, a fim de garantir que realmente funcionasse, mas o gesto da menina vendedora de abrir o pacote e verificar se o plugue efetivamente entraria na câmera serviu de estímulo para o pedido de teste.

A partir dali a vida de fotógrafo voltou ao normal.

Na quarta-feira, na volta das consultas com a dentista, era preciso ir à farmácia para comprar medicações que foram receitadas. Depois de deixar a Lisiane num salão de beleza perto de casa, fui deixar a Marau no estacionamento do condomínio. Em princípio eu não pensava em subir, mas depois pensei que havíamos comprado carne e senti que precisava ir ao banheiro, então decidi fazê-lo. Mas também pensando em ir a pé até a farmácia, mesmo com chuva, lembrei de pegar os fones de ouvido e a carteira na mochila, mas não pensei em levar a mochila para cima.

Só depois, mais tarde, dentro de casa, lembrei que a mochila havia ficado no carro. E assim ela ficou durante toda a quinta-feira, dia em que a Marau efetivamente ficou parada, depois de muito tempo, e antes de muito tempo, também, até a próxima vez em que haja oportunidade de isso acontecer.

Hoje quando cheguei na salas de trabalho a mesa atrás do pilar já estava preparada para a pajelança de um colega que estava há poucos meses aqui, e que vai voltar para o setor de onde veio, a pedido da nova chefia, que assumiu no lugar daquela com quem ele havia entrado em conflito e motivou a saída para cá.

Vamos comer, então.

Para visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber™, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment