RSS

Dia 226 – 2012

segunda

Hora da Postagem

12:52

A chuva começou com uma pancada forte por volta de 4:30 e depois aliviou, mas o dia permanece nublado. A temperatura dada pela rádio aponta para 15,4ºC, enquanto na parede o termômetro ainda está em 22,6.

3

ACIDENTE de PERCURSO

Depois de deixar o filho em casa, na volta da reunião do Dia dos Pais, ao chegar em casa não achei meu celular na mochila. Desci de volta ao carro para procurá-lo, mas, mesmo ligando a iluminação interna (que é insuficiente) não o encontrei. Subindo de volta ao 8º andar, liguei para a casa dos pais, para pedir que verificassem se estava lá. Num primeiro momento a comunicação foi difícil, por culpa do meu aparelho de telefone sem fio.

Abre parênteses.

Da marca Intelbras (da qual em breve pretendo me afastar para sempre), o aparelho, que tem poucos anos de uso (três ou quatro, no máximo), passa o o tempo todo no descanso, carregando, e no entanto não segura mais do que quinze minutos de conversação. Daqui a pouco já começa a apresentar o bip de alerta de bateria descarregada, e logo em seguida a ligação cai. De uns tempos para cá ele também anda apresentando problemas na discagem. Ou não completa, ou completa mas quem atende do outro lado não escuta nada. Deve estar havendo algum problema também do lado de quem chama, porque minha mãe às vezes precisa tentar mais de uma vez até que eu consiga atender. Em compensação, há horas não recebo nenhuma daquelas ligações fora da casinha da Legião da Boa Vontade, entre outras.

Fecha parênteses.

Quando finalmente consegui fazer contato com a casa dos pais, a mãe disse que o celular não estava à vista. Pedi então que ela tentasse ligar para ele e me retornasse caso desse resposta, porque eu iria lá buscá-lo, se fosse o caso.

Depois de alguns minutos ela retornou a ligação dizendo que haviam revirado a casa sem sucesso e que na tentativa de ligação o aparelho só chamava. Então não tive recurso a não ser descer de novo para dar mais uma busca no Santa, porém antes passei na guarita dos seguranças do condomínio e pedi uma lanterna emprestada. Com ajuda daquele recurso, mal tinha aberto o carro e enxerguei o celular caído quase embaixo do banco do carona. Deve ter caído da mochila quando entramos no carro e eu quis pegar o pen drive para ouvir música, depois do final da entrevista do Vanderlei Luxemburgo, depois do jogo do Grêmio. Minha tia (a quem estávamos dando carona) é colorada, mas disse que não queria escutar o Fernandão, então eu fui mexer na mochila para pegar o pen, e ali o celuba deve ter escorregado para fora do compartimento lateral onde estava, junto com a câmera digital.

Valeu uma viagem a menos.

2

 FOI BEM

Depois da minha previsão furada, de que não ganharia do São Paulo, já estou dizendo agora, na segunda-feira, que o Grêmio não ganha da Portuguesa, depois de amanhã, mesmo jogando em casa. Sem chance.

Mas é preciso reconhecer: mesmo não fazendo uma partida brilhante (pelo contrário, passou bem longe disso), o poder de reação do Grêmio foi admirável. Talvez o São Paulo não contasse com toda a dedicação dos jogadores gremistas em busca de uma recuperação na partida. Ela aconteceu mais pela força de vontade do que pela técnica. Foi um jogo de superação.

Como há horas vem dizendo o Guerrinha, em seus comentários, o Grêmio termina as partidas voando dentro de campo, ou seja, a preparação física anda fazendo muita diferença a favor do time.

A conquista dos quatro pontos em seis disputados, mesmo tendo acontecido na ordem inversa do que inicialmente se presumia, foi fundamental para as pretensões gremistas com vistas ao final do turno. Agora vem uma boa sequência de jogos sem sair de Porto Alegre (incluindo o Grenal) e é bem possível que a situação do time na tabela se mantenha estável.

Oremos.

1

SEGUNDA SEMANA

A segunda-feira com chuva e frio está mais ou menos dentro daquilo que eu estava querendo que acontecesse, mas, ao mesmo tempo, não significa muita coisa, porque segunda é um dia em que eu normalmente estou em casa, por ter trabalhado no findi. Vai fazer alguma diferença se acontecer o mesmo na terça, na quinta (na quarta não pode, o Olímpico tem que estar seco para o Grêmio fazer um bom jogo). Na sexta também não pode chover, pelo menos de manhã, porque tenho consulta com a Dra. Orto. Depois, tudo é festa.

Apesar de não ter conseguido sair da cama cedo (hoje foi às 8:30), dei uma baita adiantada na leitura do jornal de domingo (comecei pelo fim, no de sábado ainda nem toquei, para nem falar no de segunda, que não desci para pegar), o que indica que nesta semana vou conseguir dar um ligeirão nesta parte.

Ainda estou atrasado com as fitas dos filmes gravados (na segunda passada esqueci totalmente de programar os episódios de Fairly Legal, na segunda), mas com a saída do ar de algumas séries (The Finder, por exemplo, foi cancelada após a primeira temporada) que não voltam, e o final de temporada de outras (é o caso de N.C.I.S., hoje), também vou ganhar algum tempo nesta parte.

Vai sobrar mais tempo para outras leituras e outros escritos.


1 Comments Add Yours ↓

  1. 1

    Olá, bom dia!

    Verificamos os seus comentários sobre o nosso telefone e gostaríamos de verificar esta ocorrência.

    Por favor, você pode nos enviar um e-mail com telefone para contato? A nossa equipe técnica irá te ajudar da melhor forma possível.

    Agradecemos! 🙂



Your Comment