RSS

Dia 259 – 2012

sábado

Horário da Postagem

14:24

 Dia nublado, com previsão de máxima de 33ºC, com 23,4 na parede e 27 no momento do fechamento desta edição.

2

FOI ONTEM!!!

Ontem era dia do aniversário de casamento dos meus pais, e a correria do dia foi tanta que só à noite consegui telefonar e dar um alô, até porque já sabia que não ficariam em casa. O normal é eles neste dia andarem bastante pelas ruas do bairro Moinhos de Vento, onde tudo começou.

A mãe me agradece por eu ser filho deles, mas a lógica é inversa, a gente sabe, só estou neste mundo por causa deles. Mas enfim, desta vez eu não disse que deve ser uma vitória conviver por tanto tempo com alguém que não nos leve a cometer nem o suicídio, nem um homicídio, mas se sabe que muitas vezes a convivência prolongada pode chegar muito perto tanto de uma coisa quanto de outra.

Ainda assim, é possível afirmar que mesmo que começasse agora não conseguiria chegar perto de tanto tempo com alguém, até porque a idade não permitiria.

Mais uma vez, parabéns a ambos, faltando bem pouco para os 60!

1

NEM PENSAR

A tarde de sexta foi atípica, a começar pela consulta com a Dra. Orto.

Depois de deixar o Santa no estacionamento coberto do Nacional da José de Alencar, como sempre, fui até o consultório e fiquei à espera, escutando o Sala de Redação. Tinha chegado adiantado, então encostei a cabeça na parede e fiquei naquela posição que chama cochilo, sentado abraçado na mochila, e não deu outra, cochilei, mesmo. A Dra. atrasou um pouco, mas começou a me atender ainda antes do final do Sala.

Ontem ela deu um puxão bem forte e me orientou a voltar a usar as borrachinhas. Como o puxão foi forte, saí de lá pensando várias coisas: que à noite a dificuldade para comer seria grande; que eu devia aproveitar para dar uma reforçada no almoço; que ainda queria dar uma passada no Barra/Big para fazer umas compras e ficaria muito tarde para almoçar só quando chegasse em casa; que já que o Rasteloni aceita o cartão alimentação e eu já estava indo naquela direção, mesmo, poderia ganhar tempo almoçando ali mesmo.

E assim fiz.

Às 15:00 já estava na fila do caixa do Nacional, porque comprei umas coisas que sabia que não encontraria no Big. Mesmo assim, fui para lá.

Já sabia que teria que entrar na Saraiva, porque prometi comprar um livro para uma colega, então minha dúvida estava entre gastar o saldo do Banricompras na Aduana, comprando calças, ou tentar encontrar alguma coisa mais interessante na Saraiva (mesma dúvida da última vez em que estive no shopping). O pensamento que me fez decidir o que fazer também foi o mesmo da vez anterior: passo mais tempo dentro de casa vendo dvds do que desfilando (não é bem assim, passo no mínimo seis horas no trabalho, mas ali não é desfile, enquanto minha média de horas assistindo dvd’s é de uma e meia a duas, dois ou três dias da semana; os outros filmes que vejo são no videocassete e na tv direto – mas se for pensar, no total dá mais tempo do que as seis horas passadas na rua, a trabalho).

Então, com este raciocínio me guiando, toca para a Saraiva.

E lá encontrei a primeira temporada de Fringe a R$ 39,90, que no outro dia não tinha. Na esteira desta, peguei as duas primeiras temporadas de Damages pelo mesmo preço, e mais o livro que queria comprar para a colega. Cheguei a ficar em dúvida sobre pegar a primeira temporada de The Mentalist, mas não arrisquei (e depois, em casa, vi que já trouxera as duas primeiras daquela série).

Depois de passar no Big para outras compras, cheguei em casa por volta de 16:30 e aí dei um corridão: passei aspirador, lavei o chão da cozinha, troquei a roupa de cama, raspei a cabeça, fiz a barba e tomei banho, pendurei a roupa lavada e fui escrever. Eram 18:10 quando estava aprontando este texto e aí pensei em tudo que havia feito na tarde, enquanto meus colegas daquele turno (maioria mulheres) ainda tinham que cumprir horário até às 19:00. Como já fui do horário das 13:00 às 19:00 sei muito bem que quem trabalha naquele turno não consegue levantar cedo para fazer a metade do que fiz ontem.

Nunca mais volto para o horário da tarde.


Your Comment