RSS

Dia 73 – 2018

quarta

Horário da Postagem

11h08min

 Umidade relativa também se mantém em queda, variando de 3062%; o ar se manteve relativamente gelado na madrugada, e a movimentação mais do que dobra, com expectativa de chegada aos 13 km/h; a temperatura máxima volta a subir, novamente se aproximando ao nível de verão; a mínima acompanha a evolução da máxima, chegando aos 17°Celsius; céu amanhecendo com nebulosidade parcial, e a chuva reaparece no quadro da previsão do tempo. Dados do site Tempo Agora.

Bom, então aconteceu que no começo da madrugada eu estava sem sono e sentindo vontade de comer alguma coisa, para nem falar na sensação de abstinência de Pepsi-Cola. Como havia ainda duas peças de churrasco trazidas pela Lisi de Arroio dos Ratos (para mim mandadas pelo pai dela), não tive dúvidas sobre ir para a sala e me deleitar enquanto fazia palavras cruzadas.

Voltei para a cama por volta de 1h30.

Quando é véspera de dia de folga não tenho problema nenhum em fazer este tipo de extravagância. Como falei para a Lisi, depois, não quer dizer que vá passar 10 noites em claro nas férias.

Depois que ela saiu para o trabalho continuei dormindo e acordei às 8h30. Estava com intenção de sair, hoje, para levar a Marau para nova troca de óleo, mas no momento em que estou montando este rascunho posso afirmar que a preguiça é total, e amanhã também será dia de folga. E agora me ocorreu uma outra ideia, para sexta-feira, e é bem possível que deixe a mão para fazer naquele dia.

Vou decidir entre hoje e amanhã.

Para hoje, então, o que preciso fazer é montar a espera para o jogo do Inter contra o Cianorte, pela Copa do Brasil. Agora também lembrei de uma outra coisa que é preciso ser feita (para cumprir uma missão); mas também tem tempo para isso. Sendo assim, o mais provável é que eu passe o dia em casa e resolva todas as questões na sexta-feira.

Uma outra questão que está sendo resolvida a toque de caixa é a do descarte de papelada. O uso de material para anotações no trabalho vai ter uma parada por alguns dias, nas férias, mas em casa vou continuar usando, como estou agora. Tenho pensado que neste período vou escrever um pouco mais, mas por enquanto é apenas um pensamento.

Devo dizer que por influência direta da Lisiane eu consegui me livrar da compulsão para guardar todo e quase qualquer tipo de papel que chegasse às minhas mãos (que parecia incontrolável) com a ideia de que depois usaria para escrever. Os tickets de registro de ponto, na empresa, estou largando diretamente na lixeira do reciclável, localizada logo abaixo do relógio. Antes eu os trazia para casa. Notas de compras de supermercado estão indo diretamente para o cesto do lixo seco. Embalagens de produtos também.

A redução de entrada de papel foi reduzida radicalmente e o mundo não acabou, me desfaço sem dor. E a saída está mantendo uma frequência regular.

É uma vitória pessoal que não teria acontecido se não fosse a insistência da Lisi aliada à minha disposição de vencer a resistência a uma mudança de atitude. Se eu poderia ter chegado nisso sem o empurrão dela? Talvez. Mas teria sido muito mais complicado e/ou muito mais demorado.

A Lisi tornou a minha vida um tanto mais leve. Também por isso sou apaixonado por ela.

A NOITE de SONO

Prejudicado pela minha falta de sono.

.

Para visualizar as fotos do quadro do tempo acesse o link Quem Vai Querer Saber™, lá embaixo. Será redirecionado para um álbum no Facebook.


Your Comment