RSS

Dia 77 – 2012

sábado

Horário de Postagem

16:36

Com céu ensolarado sem nuvens, o dia apresentava temperatura em ligeira elevação, às 6:26: na curva do Hipódromo, 18ºC.

3

FORÇA MAIOR

O gestor público, político por natureza, tem que estar preparado para tudo, mas principalmente para saber que não dá para agradar a todo mundo. É impossível.

Acho que não só o gestor público, mas qualquer pessoa em qualquer ramo de atividade ou em qualquer meio de interatividade com pessoas tem que estar preparado para o encontro de opiniões divergentes e tem que saber conviver com isso sem precisar agredir, ofender ou entrar em conflito com quem pensa diferente.

O gestor público deve pensar, acima de tudo, no bem comum e no que é mais importante para a maioria. Reclamar dá notícia, é um canal para se demonstrar um grau (em qualquer nível) de insatisfação, mas a vontade de poucos não pode se sobrepor ao que significará uma melhoria que afetará as vidas de milhões de pessoas.

A nova ponte do Guaíba vai trazer ainda maiores desconfortos para pessoas que moram em uma rua onde ela vai desembocar (que já sofrem com o barulho dos jatos dos aviões que chegam ao e partem do Salgado Filho), é uma lástima, mas ninguém pode negar que a necessidade de uma nova travessia se impõe pela singela razão de que a ponte atual não tem mais condição de atender à crescente demanda, especialmente após a avaria causada pelo choque de um navio contra ela, que acarretou um dano irreparável à estrutura do vão móvel.

Cabe ressaltar que com as melhorias no entorno (tudo por conta da Copa do Mundo) da descida da ponte, como a duplicação da Voluntários da Pátria e no entorno da Arena do Grêmio, para nem falar  na própria Arena, vão trazer grande impulso e valorização ao bairro.

O que não pode é o povo esperar que, depois de garantir a verba federal para a construção da nova ponta, as administrações estadual e municipal modifiquem o projeto porque algumas pessoas reclamam, por mais justo que seja o projeto, do barulho que vai aumentar depois que ela estiver pronta.

A ponte sai, sim, no local definido.

2

 ESTIMULANTE

Gostei muito mais do livro grossão de Português que a filha indicou do que do caderno de Literatura, também indicado por ela.

O livrão, a meu juízo, já começou bem ao analisar um text0 de Mário Quintana. O jeito dele de escrever era bem parecido com o meu (o que não tem nada a ver com o signo, ele sendo de 30 de julho e eu de 29), de falar de momentos simples do cotidiano e às vezes de coisas que passariam batidas (e que realmente passam, nos dias atribulados e corridos de hoje).

Já andei percebendo, também, que de sugestões daquele livro poderão sair vários textos meus. Digo que poderão porque não há garantias.

Eu falo, mas também estou enchendo minha cabeça de coisas com que lidar, mas boa parte delas não é aprendizado, é lide com coisas que já conheço mas estava precisando praticar.

 –

1

O MESMO DIFERENTE

Hoje estava um dia daqueles em que teria que ir ao Big, na saída do trabalho, mas não era dia de compra grande, porque muito provavelmente na terça-feira terei que ir de novo. Naquele dia vou comprar o novo aspirador de pó.

Enquanto almoço um sanduíche de lá apenas para ganhar tempo, fico pensando que nenhum desses sandubas prontos é melhor do que a minha saladinha ou meu grude de peixe com nissim, mas hoje ficaria complicado fazer alguma coisa diferente para o almoço.

Isso não fica bem explicitado quando falo que faço comida, mas é assim que funciona, mesmo quando o almoço e a janta são feitos só de salada: mesmo contendo o básico, por exemplo, repolho, salsa e a maionese, no almoço entram certos ingredientes, na jantam entram outros, que é para o neguinho Nilton Roberto nã0 enjoar da própria comida.

Então, mesmo que no almoço a na janta role o básico, como um grude de nissim e peixe (essas coisas duram o suficiente para dois almoços e dois jantares), no almoço tem que haver um complemento, no jantar tem que haver outro. Nem que seja uma salada diferente. Hoje, como dei essa chegada no Big e daqui a pouco tem o jogo do Inter para ver, ía ficar apertado eu chegar em casa e ainda montar uma salada.

Portanto, vai o sanduba.


Your Comment