RSS

Estudiantes 2 x 1 GRÊMIO

8ªs de FINAL da LIBERTADORES 2018 (46)

Poupados na rodada de final de semana do Brasileirão, os titulares de Renato Portaluppi desembarcam na Argentina para o importante confronto de Libertadores enfrentando um dos tradicionais vencedores da competição.

JOGO de IDA

No ESTÁDIO CENTENÁRIO CIUDAD de QUILMES – 07.08.

21h45

Formação que inicia a partida:

Marcelo; Léo Moura (2), Geromel (3), Kannemann (4) e .Marcelo Oliveira (26); Maicon (8), Cícero (10), Ramiro (17) e Luan (7); Pepê (15) e André (90).

*

Primeiro tempo: começando com o Grêmio tentando propor o jogo saindo para cima do adversário, chegando a ter duas oportunidades com André, antes de sofrer o gol surpreendente. Luan cobra escanteio da direita, bola alta na área argentina, onde Cícero cabeceia para defesa de Andujar, no chão, sem problemas, aos 13. O Grêmio não faz um mau jogo, mas está com muitos problemas defensivos. Como sempre, timer argentinos impõem um futebol de correria, e o Grêmio se vê envolvido a cada minuto. Renato erra mas uma vez ao insistir com André, que não entrou no jogo, deixando Jael, que poderia dar muito maior contribuição, no banco. Quase ao final do tempo de jogo o Estudiantes estava dando um rodião no Grêmio, que não estava vendo a cor da bola. Chute fraco de Ramiro da entrada da área que Andujar pega no meio do gol sem problemas, aos 47.

As duas equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: começando com o Grêmio um pouco mais ligado, melhor em relação a ele mesmo da primeira etapa, mas continua sem poder de fogo, com Pepê, André e Luan jogando bem menos do que deles se espera (se bem que do André eu não espero muito). Renato demora, mas finalmente coloca Jael em campo, passando a ter pelo menos dez em campo, porque ainda tem gente que não está jogando nada. Nem cumprindo tarefa tática estão conseguindo. Chute de Rodríguez da intermediária pelo lado esquerdo, que Marcelo defende em dois tempos, aos 25. A entrada de Marinho fez com que Ramiro fosse deslocado para o lado esquerdo e aí Marinho joga onde gosta. Cruzamento de Marinho da direita, bola alta na área argentina, que Jael cabeceia à queima-roupa para defesa de Andujar, aos 28. Jogada do ataque do Estudiantes que termina com finalização de Pellegrini à queima-roupa para defesa no reflexo de Marcelo, aos 30. Apesar de todas as interrupções, em especial o lance da expulsão, o árbitro deu apenas quatro minutos de acréscimos. Foram dezoito minutos jogando com vantagem numérica, e o Grêmio não soube aproveitar.

Cartões: amarelos para Kannemann, aos 30; Maicon, por agressão a um adversário, aos 32.

Gols: jogada despretensiosa do ataque do Estudiantes, Apaolaza pega a bola de costas para a área pelo lado esquerdo, faz o giro e manda a bola no canto superior esquerdo do gol de Marcelo, aos 8; cobrança de escanteio da esquerda, bola alta na área gremista, e Campi, aquém da marca do pênalti, de cabeça manda no canto esquerdo, aos 38; cobrança de escanteio de Luan, da direita, a bola viaja -por cima na área argentina, Cícero cabeceia, Andujar faz defesa parcial e no rebote Kannemann também de cabeça completa para as redes, aos 43.

Trocas: segundo tempo: Jael (9) vem para o jogo no lugar de André, aos18; Marinho (29) vem para o jogo no lugar de Pepê, aos 25; Douglas (20) vem para o jogo no lugar de Luan, aos 34.

O resultado dá ao Grêmio a prerrogativa de poder jogar por uma vitória simples ou por dois gols de diferença dia 28, na Arena.

*

Arbitragem: Andrés Cunha (Fifa/URU), auxiliado por Nicolás Tarán (Fifa/URU), Mauricio Espinosa (Fifa/URU) e Esteban Ostojich (Fifa/URU).

No segundo tempo, aos 31, Kannemann pega uma bola na lateral esquerda e leva uma entrada violenta de Zuqui, que já tinha cartão amarelo e é amarelado novamente, portanto recebe o vermelho, numa decisão acertada do árbitro.

Melhor do jogo: Schunke.

V= 23/ E= 13/ D= 10


Your Comment