RSS

Faltou Dizer

O QUE VEM DEPOIS

Desde muito tempo venho desenvolvendo planos sobre os quais tenho comentado neste espaço, e desde sempre manifestei a questão de que sua execução dependia justamente da passagem do tempo. O que eu nunca mencionei é o que vai acontecer depois que os objetivos forem alcançados. Esta é a parte que me parece em que as pessoas costumam se atrapalhar.

A imensa maioria das pessoas diz que gostaria de levar uma vida tranquila, especialmente na velhice. Ao mesmo tempo também dizem que não se pode parar de trabalhar porque sempre se deve ter objetivos e não dá para ficar parado esperando a morte chegar. Do meu ponto de vista trata-se de abordagem equivocada. Ninguém pode levar uma vida tranquila pensando que tem que perseguir um objetivo atrás do outro e para isso ter que trabalhar até cair morto.

No meu caso, há pelo menos um objetivo de longo prazo que depois de alcançado não vai exigir nenhum outro grande esforço. É oi de chegada na casa em Nova Petrópolis. Dali em diante tudo que vier será mais por uma questão de manutenção de patrimônio do que por qualquer outra razão.

Um objetivo de médio prazo que depois também não vai exigir nenhum outro grande esforço será o das trocas de carro, de tempos em tempos. Depois da próxima a outra deverá levar pelo menos cinco anos.

Há um objetivo de curto prazo, que é a troca do meu apto por uma casa em POA, o que depois também só deverá demandar cuidados com manutenção de patrimônio. Nenhuma dessas situações exigirá qualquer grande esforço além da criação de uma boa estratégia e muito menos exigirá que eu me mate trabalhando. E esse é o grande segredo de se chegar. Porque é preciso chegar a uma situação de tranquila felicidade. Infelizmente a maioria das pessoas insiste no modelo de que isso não existe.

Este definitivamente não é o meu caso.


1 Comments Add Yours ↓

  1. Picida ribeiro #
    1

    Gosto da maneira sensata e equilibrada com que vc cuida do futuro
    Boa sorte



Your Comment