RSS

Força Caxiense

MAIS um TROPEÇO

O Caxias começa a partida exercendo a mesma marcação forte que aplicou no jogo contra o Grêmio da semana passada. Por enquanto está amordaçando o Inter, já tendo duas faltas nas cercanias da área, enquanto o Colorado mal conseguiu passar da linha da metade do campo, e ainda não temos dez minutos de partida. Antônio Carlos colocou três volantes, sendo Anselmo o terceiro deles. Está com alguma dificuldade na contenção, sendo 9o que mais faz faltas, entre Dourado e Charles. D’Alessandro não está encontrando espaços para criar, e Valdívia ainda não entrou no jogo. E muito menos Roberson.

A marcação forte tem um preço óbvio: com 24 minutos o Caxias já tinha dois jogadores pendurados com cartões amarelos. Apesar disso, no primeiro tempo as duas melhores oportunidades de gol foram do time de Luiz Carlos Winck. Aos 42 minutos uma desinteligência que teve até troca de socos na frente ao árbitro rendeu cartões amarelos para Anselmo e D’Alessandro pelo lado do Inter, e Wagner, pelo lado do Caxias. Para D’Alessandro o amarelo saiu barato.

Ao final do tempo de jogo, vaias da torcida colorada.

O técnico Zago tira Anselmo no intervalo e depois coloca o centroavante Carlos no lugar de Valdívia.

O jogo teve reviravoltas, com um gol para cada lado, mas nenhuma delas passou pelas alterações promovidas pelas duas equipes. Os gols foram marcados por jogadores que estavam no jogo desde o começo. O Caxias mostrou força e determinação, buscando um empate quando o jogo parecia decidido. O Inter continuou apresentando alguns erros e a vaia foi forte, mais uma vez, no apito final.

O Caxias gostou do jogo no final, e estava pressionando quando a partida terminou. Conquistou quatro pontos em seis disputados contra a dupla GreNal.


Your Comment