RSS

Gauchão Ipiranga – 15

SEMIFINAISJOGO de VOLTA

O time da casa tenta reverter em casa a desvantagem sofrida no primeiro jogo, enfrentando um visitante que vem embalado pela classificação nos pênaltis contra o Corinthians, pela Copa do Brasil. O técnico Luiz Carlos Winck não conta com a volta do zagueiro Jean, que sentiu lesão na sexta-feira, nem com o lateral Márcio Goiano e nem com o goleiro Marcelo Pitol, suspenso pelo terceiro amarelo. Já Antônio Carlos Zago vai com força máxima para tentar manter a vantagem e chegar na final.

No ESTÁDIO CENTENÁRIO – 23.04.

16h

(0) CAXIAS 1 x 0 INTER (1)

Gols: cruzamento de Wagner da direita, bola viajando na área colorada, e do outro lado Júlio Cesar, sem sair do chão, ganha de Alemão e cabeceia no canto direito do gol de Keiller, que ainda toca na bola mas não evita o gol, aos 25.

*

Primeiro tempo começando com o Caxias tentando atacar, com a bola chegando às mãos de Marcelo Lomba aos 7 segundos e uma falta a seu favor aos 23 segundos; chute cruzado de Thiago Machado da intermediária que Keiller defende no canto inferior esquerdo, aos 13; Rodrigo Dourado dá a bola a Edenilson dentro da área, ele tira o goleiro Lúcio da jogada e sem goleiro bate cruza, a bola vai no pé da trave esquerda e sai pela linha de fundo, aos 21; Nico López lançado em velocidade, Lúcio sai da área e de cabeça afasta a bola para o meio do campo, aos 23; Júlio Cesar faz um giro dentro da área e chuta no canto esquerda, para defesa de Keiller, aos 27; cobrança de falta de Edson Borges que passa à esquerda do gol de Keiller, rente à trave direita, aos 39.

As equipes voltam sem mais alterações para o reinício de partida.

Segundo e decisivo tempo começando com o Inter saindo em busca da recuperação do prejuízo. Jogada do ataque colorado que termina com finalização de Uendel quase na pequena área, por cima do gol, aos 15; cruzamento da direita, bola alta na área colorada, onde Msarlon cabeceia pela linha de fundo, passando à direita de Keiller, aos 31.

*

Árbitro: Daniel Nobre Bins, com Mauricio Penna e André da Silva Bitencourt.

A arbitragem ficou comprometida no primeiro tempo desde a não apresentação de cartões amarelos no começo quando houve o desentendimento entre jogadores, e depois aos 37 quando o auxiliar Mauricio Penna não assinalou um pênalti claro de um zagueiro do Caxias, que numa disputa com Nico colocou a mão na bola dentro da área. Por conta das interrupções em função do episódio da desinteligência e da lesão de Marcelo Lomba, Daniel Bins deu seis minutos de acréscimos no primeiro tempo. Aos 11 minutos do segundo tempo mais um desentendimento entre jogadores, mas desta vez o árbitro mostrou um amarelo para cada lado. Na hora da marcação do pênalti em favor do Caxias o centroavante Brenner deu um encontrão por trás no árbitro e recebeu cartão vermelho, aos 21. D’Alessandro deu um peitaço e empurrou o árbitro, mas com ele não aconteceu nada. A exemplo do primeiro tempo, Daniel Bins acrescentou cinco minutos ao tempo de jogo, ao final do segundo.

DECISÃO por  PÊNALTIS

D’Alessandro bate e converte (1) ; Jajá bate e converte (1); Cuesta bate e converte (2); Reis bate e converte (2); Valdívia bate e converte (3); Marlon bate e erra, Keiller defende no canto inferior esquerdo (2); Nico bate e converte (4) ; Julio César bate e converte (3); Diego bate e converte (5).

O Inter está classificado para a Final.

Melhor do jogo: Keiller.


Your Comment