RSS

GRÊMIO 0 x 1 Cruzeiro

5ª RODADA do GAUCHÃO IPIRANGA 2018 (5)

Depois da participação sofrível da equipe de transição que só conseguiu um ponto em doze disputados (um empate e três derrotas) chegou a hora de o time titular colocar Campeão da América colocar os pés em campo para buscar a classificação para a fase seguinte. A necessidade de 13 pontos em 21 a serem disputados aumenta a responsabilidade. Começando contra um adversário que vem capengando na competição e luta para escapar do rebaixamento.

Na ARENA – 03.02.

21h30

Formação que inicia a partida:

Marcelo; Madson (2), Geromel (3), Kannemann (4) e Cortez (6); Jailson (5), Maicon (8), Léo Moura (10) e Luan (7); Everton (11) e Cícero (9).

Cartões: amarelo para Kannemann, aos 32.

Gols: segundo tempo: Kayron cobrando pênalti, aos 3.

Trocas: segundo tempo: Jael (19) vem para o jogo no lugar de Madson, aos 8; Alisson (21) vem para o jogo no lugar de Maicon, aos 23; Lima (23) vem para o jogo no lugar de Cícero, aos 32.

*

O primeiro tempo começa com o Grêmio saindo para cima do adversário. Cobrança de escanteio da direita. bola aérea na área cruzeirista e Kannemann, de cabeça, manda na trave esquerda, aos 2 minutos. É uma coisa completamente diferente  ver os titulares do Grêmio jogando. Everton lançado na área, faz um gancho e deixa Luan cara a cara com o goleiro, que faz defesa espetacular, aos 18. Aos 40 minutos o ritmo da equipe gremista não era mais o mesmo do início, uma vez que é a primeira partida do grupo principal. Foi quem teve as melhores oportunidades, mas também teve alguns percalços defensivos. O técnico Benhur Pereira tem um time bem montado, tem um bom lateral esquerdo que deve ser observado por alguém da dupla GreNal.

As duas equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

No começo do segundo tempo a estratégia do técnico Portaluppi teve que ser mudada em função do pênalti cometido por Madson, que logo em seguida deixou o time. Léo Moura foi baixado para a lateral direita, Cícero foi recuado para o meio e Jael ficou jogando com Everton, na frente. Cobrança de escanteio da direita, bola alta na área, Kannemann cabeceia para o outro lado, Geromel cara a cara com Deivity chuta cruzado e o goleiro faz defesa milagrosa, aos 26. A marcação do Cruzeiro é muito forte e disciplinada. O Grêmio tenta, tenta, tenta e nada. O Cruzeiro, que já havia sido o primeiro time brasileiro a vencer o Grêmio na Arena, reitera a condição de único time gaúcho a vencer o Tricolor em sua casa duas vezes.

O resultado mantém o Grêmio na décima primeira posição, podendo virar lanterna até o final da rodada, se o Novo Hamburgo ganhar ou empatar na segunda-feira.

*

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Max Augusto Guimarães Vioni.

Logo no reinício de partida Madson agarra e derruba William Kozlowski dentro da área e o árbitro assinala o pênalti sem hesitação. Segundo pênalti de Madson no campeonato.

Público: pagante 10.922; total 13.668; renda R$ 338.466,00.

Melhor do jogo: Deivity.

V= / E= 1/ D= 4


Your Comment