RSS

GRÊMIO 1 x 1 Cruzeiro (1×0)

20ª RODADA do BRASILEIRÃO 2018 (50)

A uma semana da decisão contra o Estudiantes pela Libertadores, o Grêmio segue focando no Campeonato Brasileiro mais uma vez colocando a força máxima, e a expectativa é de que o técnico Portaluppi mantenha no time as alterações que vêm dando certo, mas é difícil prever o que ele fará. O adversário também trem compromisso na Libertadores e vem com força máxima. Entram na rodada ocupando a 4ª e a 8ª posições, respectivamente.

Na GRÊMIO ARENA – 22.08.

21h45

Formação que inicia a partida:

Paulo Victor (48); Léo Moura (2), Geromel (3), Kannemann (4) e Cortez (12); Maicon (8), Jailson (25), Ramiro (17) e Luan (7); Everton (11) e André (90).

Primeiro tempo: o Grêmio tenta propor o jogo com velocidade, enquanto o Cruzeiro se enche de cuidados defensivos. Chute forte de Luan da intermediária que Fábio pega no meio do gol, sem problemas, aos 23. Chute cruzado de Barcos pela direita, que Paulo Victor pega no chão sem problemas, aos 24. Jogada do ataque cruzeirista que termina com arremate de Barcos de dentro da área à queima-roupa e defesa de Paulo Victor no reflexo, aos 33. De Arrascaeta cobra falta da entrada da área e Paulo Victor faz defesa parcial no canto esquerdo, espalmando a bola para o lado, aos 43. O Grêmio passou todo o primeiro tempo tocando a bola para lá e para cá, sem profundidade. André, Luan e Everton correram muito, mas ao mesmo tempo criaram pouco. O Cruzeiro acertou uma única jogada no finalzinho e o Grêmio ainda teve chance de empatar, mas André desperdiçou. Paulo Victor foi o destaque, e isso é bom e ao mesmo tempo não é. Houve vaia fraca da torcida gremista ao final do tempo de jogo.

As duas equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: Renato tenta mudar um pouco a dinâmica do jogo, baixando Ramiro para a lateral direita para colocar Alisson com a missão de dar mais velocidade à articulação do time. Jael entra e imediatamente começa a ter mais participação do que André. Luan cobra pênalti e Fábio defende no canto esquerdo, aos 38. Chute cruzado de Douglas de dentro da área que Fábio defende no chão, no canto direito, aos 40Nos últimos quatro pênaltis assinalados em favor do Grêmio, os quatro foram desperdiçados, sendo que dois deles por Luan. Jael deveria ter batido. Ele certamente fecharia os olhos e mandaria um tiro indefensável. Luan bateu colocado, fraco, facilitando a vida do goleiro Fábio. O Grêmio ainda tentou colocar uma pressão nos minutos finais, mas só o que conseguiu foram mais vaias da torcida.

Cartões: segundo tempo: amarelos para Ramiro, aos 16; Everton, por reclamação, aos 26.

Gols: jogada de ataque pela esquerda, Barcos ajeita a bola de cabeça para trás e Bruno Silva no meio da área manda no canto superior direito, sem chance de defesa para Paulo Victor, aos 44. Segundo tempo: Everton arranca em velocidade pela ponta esquerda, corta para o pé direito e da entrada da área bate cruzado para colocar a bolas no canto superior esquerdo de Fábio, aos 14.

Trocas: segundo tempo: Jael (9) e Alisson (23) vêm para o jogo nos lugares de Léo Moura e André na volta do intervalo; Douglas (10) vem para o jogo no lugar de Jailson, aos 39.

O resultado mantém o Grêmio na quarta posição, sem chance de perdê-la até o final da rodada.

*

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (MTR/RJ), auxiliado por Michael Correia (AB/RJ) e Silbert Faria Sisquim (AB/RJ).

Alisson é chutado por Egídio dentro da área e o árbitro não hesita em assinalar a penalidade, aos 37 do segundo tempo.

Público: pagante 12.773; total 14.559; renda R$ 398.680,00.

Melhor do jogo: Fábio.

V= 25/ E= 14/ D= 11


Your Comment