RSS

GRÊMIO 4 x 0 Atlético Tucumán (2×0)

4ªs de FINAL da LIBERTADORES 2018 (60)

JOGO de VOLTA

Podendo perder por um gol de diferença com qualquer escore, o Tricolor entra em campo à frente de sua torcida com a difícil missão de tentar confirmar a passagem para as semifinais da competição. Não poderá contar com o capitão Maicon. Ao adversário cabe jogar pressionado pelo tudo ou nada, tentando fazer escore para tentar pelo menos levar a decisão para os pênaltis.

Na GRÊMIO ARENA – 02.10.

21h45

Formação que inicia a partida:

Marcelo; Léo Moura (2), Geromel (3), Kannemann (4) e Cortez (12); Thaciano (16), Matheus (25), Cícero (25) e Alisson (23); Everton (11) e Luan (7).

Primeiro tempo começando com o Tucumán tentando propor o jogo, já que precisa de resultado para pelo menos tentar levar a decisão para os pênaltis. O Grêmio ataca muito pela direita, com Alisson. O gramado tem poças escondidas que aparecem em determinados lances. O Atlético já deu dois chutes de média e longa distância e um deles quase entrou no ângulo superior direito com Marcelo batido. De modo geral, o Grêmio não faz um bom início de partida. Chute cruzado de Rodríguez de dentro da área pela esquerda para defesa parcial de Marcelo, aos 12. Cícero lança Everton, que entra na área pelo lado esquerdo e bate cruzado, para defesa de Laucha, que manda a bola para escanteio, aos 28. Ao final da primeira etapa o Grêmio havia melhorado muito em relação a si mesmo no início do jogo, mas desde sempre esteve melhor que o Atlético, apesar de alguns vacilos que poderiam ter mudado a história do jogo.

O Atlético volta com mais uma alteração para o reinício de partida.

Segundo tempocomeçando com a mesma dinâmica do final do primeiro: o Grêmio saindo para cima do adversário. Contra-ataque gremista que termina com chute cruzado de Alisson de dentro da área e um zagueiro salvando em cima da linha, botando para escanteio, aos 13. O Grêmio não tomou conhecimento do Atlético na segunda etapa. 

*

Gols: cruzamento de Leonardo Moura da direita, Thaciano cabeceia, a bola vai entrando e Luan de joelho complementa para as redes, aos 35; Cícero cobrando pênalti, aos 44. Segundo tempo: Alisson lançado por Luan dentro da área pelo lado direito bate cruzado, a bola bate num zagueiro, bate no goleiro e vai para as redes, aos 7; Luan abre mão da cobrança e Jael converte o pênalti sofrido por ele mesmo, aos 46.

Trocas: segundo tempo: Jael (9) vem para o jogo no lugar de Everton, aos 16; Douglas (20) vem para o jogo no lugar de Alisson, aos 27; Paulo Miranda (28) vem para o jogo no lugar de Kannemann, aos 27.

*

Resultado que classifica o Grêmio para enfrentar o River Plate nas Semifinais.

*

Arbitragem: Roberto Tobar (Fifa/CHI), auxiliado por Christian Schiemann (Fifa/CHI) e Cláudio Rios (Fifa/CHI).

Alisson lançado em velocidade entra na área pela direita, é derrubado pelo goleiro Luchetti e o árbitro não hesita em assinalar a penalidade, aos 37 minutos do primeiro tempo. O VAR chamou a atenção para a aplicação do cartão vermelho para o goleiro argentino. Jael avança em velocidade pela esquerda e é derrubado dentro da área por um zagueiro. O árbitro mais uma vez não hesita em assinalar o pênalti, aos 45 minutos do segundo tempo.

Público: pagante 44.579; total 47.304; renda R$ 2.534.629,50.

Melhor do jogo: Luan.

V= 32/ E= 15/ D= 13


Your Comment