RSS

GreNal 398 – 30ª Rodada do Brasileirão 2013

O clima do clássico já começou ruim a partir de um desentendimento infantil de dirigentes dos dois clubes referente à questão do número de ingressos que a torcida gremista deveria receber. Infantilidade foi pouco, neste episódio, ainda mais que todo mundo sabe as consequências que a falta de acerto fatalmente causa dentro e fora do campo de jogo.
No ESTÁDIO CENTENÁRIO – 20.10.
16:00
(1) INTERNACIONAL 22 GRÊMIO (1)

Formações que iniciam a partida:

GRÊMIO (61)

Dida; Pará (2), Werley (4); Bressan (44) e Alex Telles (13); Ramiro (36), Souza (5) e Riveros (16); Vargas (17), Kleber (30) e Barcos (9).

Técnico: Renato Portaluppi.

INTER (59)

Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber; João Afonso, Willians e Jorge Henrique e D’Alessandro; Otávio e Damião.

Técnico: Clemer.

Cartões: amarelo para Pará, aos 14. Segundo tempo: amarelos para Bressan, no lance do pênalti, aos 14; Alex Telles, aos 31.

Gols: Otávio lança Willians pelo lado direito, ele bate cruzado, bola no canto direito de Dida, aos 3; Barcos lançado por Ramiro, não chegaria na bola, o zagueiro Jackson mete o pé nela e encobriu o goleiro Muriel, que saía do gol, aos 40. Segundo tempo: Kleber e Ramiro tabelam, Kleber lança Vargas, no meio da zaga colorada, ele dá um corte no goleiro Muriel e manda para as redes, aos 6; D’Alessandro cobrando pênalti, aos 15.

Trocas: segundo tempo: Saimon (20) vem para o jogo na volta do intervalo no lugar de Werley, que sentiu fisgada no posterior da coxa direita; Yuri (21) vem para o jogo no lugar de Barcos, aos 40; Wendell (18) vem para o jogo no lugar de Vargas, aos 45.

*

Sem qualquer aptidão ofensiva mesmo com três atacantes, ao levar um gol no começo de jogo o Grêmio ficou perdido em, campo, atacando desordenadamente, até mantendo uma certa posse de bola, mas totalmente improdutivo. Conseguiu três ou quatro escanteios e chegou ao gol de empate num azar da defesa colorada. Já o Inter fez seu jogo, atacando bastante com jogadores de movimentação, que conseguiram alguns espaços na defesa gremista para finalizar, porém Dida não fez nenhuma defesa importante.

Segundo tempo de três momentos distintos: depois do segundo gol o Grêmio cresceu no jogo e partiu para cima do Inter, criando chances, mas sem competência; depois do segundo gol o Inter avançou para cima do Grêmio, causando alguns embaraços, quase marcando um terceiro; depois de um momento de vacilos o Grêmio equilibrou as ações, também quase desempatando no final. Clemer terminou o jogo com mais atacantes do que no começo da partida enquanto Renato mais uma vez demorou demais para fazer trocas.

*

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Celso Barbosa de Oliveira (CBF-1/SP).

Público: pagante 15.273; total 17.107; renda R$ 453.830,00.

Melhor do jogo: Eduardo Vargas.


Your Comment