RSS

GreNal 406

FINAIS do GAUCHÃO 2015 – 03.05.

JOGO de VOLTA

Ninguém parece ter mais dúvidas, nem eles mesmos, de que os treinadores da Dupla colocarão titulares para a partida decisiva do Campeonato Gaúcho, porque nenhum dos dois quer que o outro saia vitorioso. Cada um tem alguma relativa vantagem, e todo cuidado será pouco.

No BEIRARIO

16:00

INTERNACIONAL 21 GRÊMIO (22)

Formações que iniciam a partida:

INTER: Alisson; William, Ernando, Alan Costa e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, Sasha, D’Alessandro e Valdívia; Nilmar.

Técnico: Diego Aguirre.

GRÊMIO: Grohe; Matías (2), Rhodolfo (4), Erazo (3e Marcelo Oliveira (6); Fellipe Bastos (5), Maicon (8), Douglas (10e Giuliano (11); Luan (7) e Braian (9).

Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Cartões: amarelo para Fellipe Bastos, aos 4. Segundo tempo: amarelos para Marcelo Oliveira, aos 21; Walace e Rhodolfo, um por falta e outro por reclamação, aos 24; Valdívia e Ernando, um por falta, outro por reclamação, aos 26; vermelho para Rhodolfo, aos 43.

Gols: jogada tramada em velocidade do ataque colorado, confusão na área do Grêmio, Marcelo divide com Nilmar, e a bola entra, aos 6; Fellipe Bastos erra, dá um passe para Nilmar, que ganha de Matías e cruza para o meio da área, onde Valdívia sem marcação estava para marcar, aos 18; Douglas cobra falta, bola alçada na área, Rhodolfo cabeceia, Alisson defende, dá rebote e Giuliano completa para as redes, aos 47.

Trocas: Walace (14) vem para o jogo no lugar de Fellipe Bastos, aos 28. Segundo tempo: Yuri (18) vem para o jogo no lugar de Braian e Lisandro López entra no lugar de Nilmar, lesionado, na volta do intervalo; Éverton (17) vem para o jogo no lugar de Douglas, aos 23; Alex vem para o jogo no lugar de D’Alessandro, aos 24; Alan Ruschel vem para o jogo no lugar de Geferson, aos 33.

*

O jogo começou com um certo equilíbrio até os quatro minutos, quando Fellipe Bastos fez a primeira falta da partida, em Valdívia. A partir dali o Colorado cresceu na partida, imprimindo velocidade nas jogadas, enquanto o Grêmio trotava em campo. A opção de começar a partida com Braian no ataque deixou o Tricolor inferiorizado numérica, técnica e taticamente,. enquanto Nilmar, Sasha e Valdívia faziam uma correria, botando até D’Alessandro para correr. Além da correria puderam contar, ainda, com a infelicidade de Fellipe Bastos, que depois de amarelado deixou o time com mais um a menos. Aos 29 Braian recebeu um cruzamento de Giuliano e chutou por coma do gol. Jogando nos contra ataques, o Grêmio teve mais uma oportunidade aos 32, quando Luan deu um chute cruzado que Alisson não pegou e a bola passou perto da trave direita. Depois dos 30 minutos o Grêmio pareceu ter encontrado um pouco de calma e passou a tocar a bola, mas ainda tinha problemas defensivos, D’Alessandro teve chance de finalizar novamente, aos 38. Aos 41 Valdívia fez uma jogada em velocidade passando por quatro jogadores adversários, errando na hora de lançar Eduardo Sasha. Enquanto isso, nada do que o ataque gremista fizesse dava certo. Pode-se dizer que o na primeira etapa o Grêmio levou um rodião. Achou um gol em uma jogada quase impossível de acontecer, pouco antes do apito final.

O segundo tempo começou com o Grêmio propondo jogo, mas foi Valdívia quem quase fez gol olímpico, cobrando escanteio aos 7. Em compensação, Yuri entrou na partida cavando faltas próximas da área colorada. Depois da saída de Nilmar Valdívia assumiu o protagonismo das jogadas de ataque, cavando muitas faltas e pelo menos um cartão amarelo, para Marcelo Oliveira. O segundo tempo foi jogado mais no ritmo lento do Grêmio que na velocidade, mas a posse de bola gremista não redundou em maiores perigos para o gol de Alisson. Yuri tentou algumas jogadas, mas sem ritmo de jogo não repetiu as boas atuações anteriores, enquanto Luan e Everton jogavam bem menos do que deles se esperava. Aos 35 Everton deu seu primeiro chute na partida. O Grêmio se mostrava lento nos contra ataques e errando muitos passes. Aos 42 Valdívia desperdiça uma chance de liquidar a partida num contra ataque de três contra dois. Quase ao final do tempo regulamentar foi a vez de Sasha cavar a expulsão de Rhodolfo.

O Inter se sagra PENTA CAMPEÃO GAÚCHO.

*

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Marcelo Bertanha Barison.

Público: pagante 37.227; total 41.790; renda R$ 1.993.870,00.

Melhor do jogo: Valdívia.


Your Comment