RSS

Independiente (ARG) 1 x 1 GRÊMIO

RECOPA SUL AMERICANA (7)

JOGO de IDA

Os titulares de Renato Portaluppi em seu terceiro jogo oficial no ano, já uma decisão, e contra um adversário que se mostra bastante motivado. A intenção é não perder e chegar vivo no jogo de volta na semana que vem.

ESTÁDIO LIBERTADORES de AMERICA, em AVELLANEDA – 14.02.

22h

Formação que inicia a partida:

Marcelo; Léo Moura (2), Geromel (3), Kannemann (4) e Cortez (6); Jailson (25), Maicon (8), Lima (14) e Everton (11); Luan (7) e Cícero (17).

Cartões: amarelos para Léo Moura por carrinho perigoso, aos 31; Geromel, aos 38.

Gols: a defesa do Independiente erra, Luan se antecipa, ganha da zaga em velocidade e bate cruzado de pé esquerdo, dentro da área, a bola foge de qualquer tentativa de controle da defesa e vai devagar para as redes, aos 21; cobrança de falta das esquerda, bola alta dentro da área que roça na cabeça de Cortez, enganando Marcelo Grohe, aos 33.

Trocas: segundo tempo: Alisson (23) vem para o jogo no lugar de Lima, aos 8; Maicosuel (18) e Jael (9) vêm para o jogo nos lugares de Everton e Cícero, aos 39.

*

Primeiro tempo em que o Independiente naturalmente busca o ataque com muita força enquanto o Grêmio se defende sem poder avançar e por isso não leva perigo ao gol adversário. O Independiente não se abalou com a expulsão de seu goleador. Seguiu atacando, chegou ao empate com ajuda da fraqueza da defesa gremista na bola aérea e a partir disso passou a se aproveitar da insegurança e nervosismo do Grêmio. Chute cruzado de Amoreguetta que Marcelo defende no chão, no meio do gol, aos 42. Ao final do primeiro tempo o placar não disse o que foi o jogo, que teve domínio total do time argentino. O Grêmio a rigor só aproveitou a chance proporcionada pelo erro da zaga adversária. Não jogou nada, não criou nada e ainda por cima se defendeu mal.

As duas equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

O segundo tempo começa com a mesma dinâmica do primeiro tempo, com Marcelo tendo que fazer intervenção logo a 1 minuto. Depois da entrada de Alisson o Grêmio melhorou, porque Lima não chegou a dar nenhuma grande contribuição ao time. Na segunda metade do segundo tempo o Grêmio passa mais tempo jogando no campo do Independiente, trocando passes e colocando o time argentino para correr. Apesar disso, não está conseguindo dar trabalho ao goleiro Campagna.No finalzinho do tempo de jogo o Grêmio colocou grande pressão em busca de um segundo gol, que não aconteceu, mas a posse de bola evitou que o time argentino jogasse e tivesse qualquer chance de ameaçar o visitante. Da parte do Grêmio, as entradas de Maicosuel e Jael acabaram sendo apenas protocolares. Nenhum dos dois fez qualquer tipo de jogada.

O resultado deixa a decisão em aberto, pois não há gol qualificado.

*

Arbitragem: Roddy Zambrano (Fifa/EQU), auxiliado por Byron Romero (Fifa/EQU) e .Christian Lescano (Fifa/EQU).

Pouco depois do gol o centroavante Gigliotti dá uma cotovelada no zagueiro Kannemann. O árbitro inicialmente dá cartão amarelo, mas é chamado pelo árbitro de vídeo e depois de ver o lance volta atrás e aplica cartão vermelho ao jogador do Independiente. Depois disso o árbitro meio que se perdeu e passou a dar cartões a granel para o time do Grêmio, como o de Geromel no primeiro tempo, em lance em que nada aconteceu de verdade. Depois ele deu uma falta inexistente sobre Cortez, aos 44.

Público: aproximadamente 35.000 pessoas.

Melhor do jogo: Luan.

V= 1/ E= 2/ D= 4


Your Comment