RSS

Libertadores 2019 – 6

Confronto de adversários já classificados para as oitavas. Primeiro lugar da chave, inalcansável pelo segundo, que é justamente o enfrentamento de hoje, o Colorado busca se afirmar como um dos melhores (se não o melhor) primeiros colocados, para decidir sempre em casa enquanto permanecer na competição.

No MONUMENTAL de NÚÑEZ – 07.05.

21h30

(2) RIVER PLATE 2 x 2 (de virada) INTER (2)

*

Primeiro tempo: começando com o River tentando propor o jogo, saindo para o ataque e tentando instilar a tradicional correria argentina. Chute cruzado de Mayada de pé trocado da direita, que Marcelo Lomba pega no canto esquerdo, aos 17. Nico López lançado em velocidade ganha da zaga e da pequena área bate forte para defesa de Armani, aos 28. Contra-ataque do River e Lomba faz defesa parcial em chute cruzado de dentro da área, aos 28. Chute fraco de Nico López da intermediária que Armani pega sem problemas no meio do gol, aos 31. Chute de De la Cruz da intermediária que Lomba defende parcialmente no meio do gol, aos 39. O Inter não faz má partida, de modo geral, mas o goleiro Armani foi muito pouco exigido, o que significa que faltou poder de fogo ao Colorado. Durante boa parte da primeira etapa o Inter chamou o time argentino para seu campo. O River depois do gol deu uma puxada de freio, mas mesmo assim perdeu várias oportunidades de ampliar, antes do final do tempo de jogo. O castigo veio num chutão de Rafael Sóbis do meio da rua, bonito de ver na câmera atrás do gol, pela curva que a bola fez e desarmou o goleiro.

VAR: ausente. No gol do River o jogador lançado estava em situação de impedimento com um pé à frente da zaga colorada.

As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo: começando com a mesma dinâmica do final do primeiro, com o River tentando atacar e de novo saindo para cima do adversário. Depois da virada foi a vez de o Inter se fechar, novamente chamando o River para seu campo, e este passou a pressionar, se aproveitando de um momento de desconcentração colorada. A bola cruza duas vezes a área do River e na segunda Armani dá uma rosca com as mãos, quase fazendo gol contra, aos 27. Ataque do River que termina com chute fraco de dentro da área que Lomba pega no chão, no canto esquerdo, aos 42. Na reta final do tempo de jogo as duas partidas tiveram oportunidades de marcar, tendo Pottker perdido um gol dentro da área e depois o River aproveitou a sua chance para empatar.

Gols: Alvarez lançado em velocidade na intermediária avança, entra na área e na saída de Lomba dá de cobertura, aos 34. Sóbis recebe a bola na intermediária, no meio da rua, e chuta forte, a bola faz uma curva e foge ao alcance de Armani, que nem se mexe para tentar defender, aos 44. Segundo tempo: Rafael Sóbis cobrando pênalti, aos13, chute forte no canto inferior direito, Armani pulou no lado certo e até chegou a estar perto da bola; jogada do ataque do River, cruzamento de pé trocado da esquerda, a bola engana Marcelo Lomba, que faz defesa parcial, e no rebote Lucas Pratto completa para as redes, aos 48.  

Resultado que faz o Inter passar uma noite com a segunda melhor campanha, mas pode terminar a fase de grupos como quarto melhor, dependendo dos resultados de Palmeiras e Libertad, na quinta-feira.

*

Árbitro: Piero Maza (Fifa/CHI), com Alejandro Molina (Fifa/CHI) e Edson Cisternas (Fifa/CHI).

Aos 11 do segundo tempo o árbitro assinalou pênalti sobre Rodrigo Moledo, empurrado dentro da área por Luciano Lollo, em lance de cobrança de falta.

Melhor do jogo: Sóbis.


Your Comment