RSS

Meta Aberta

APRENDENDO SEMPRE

É engraçado o fato de eu às vezes pensar que às vezes sou vítima de uma falta de inspiração ou falta de ideias de coisas para escrever. É um tipo de pensamento de escassez. Mas na verdade, ele não tem razão para acontecer, pelo menos não quando tenho páginas de dois livros abertas à minha frente com textos sobre ao quais eu teria muito que escrever e a maior dificuldade não está em o que escrever, mas por onde começar a.

Durante alguns meses estive preocupado e seriamente pensando que havia chegado meu momento de me desligar da empresa onde trabalhei pelo últimos 37 anos da minha vida (a se completarem no próximo dia 4 de junho). Uma decisão que estava se encaminhando para ser tomada e é incrível como uma tal perspectiva é capaz de mexer com o estado de espírito da gente.

Pensando muito no que viria pela frente a partir disso, por um bom tempo eu esqueci de uma outra coisa que está acontecendo há bastante tempo, que é o fato de que apesar de estar cercado por uma má vizinhança tanto ao lado quanto acima, faz muito tempo que venho experimentando um período em que estou de bem com a vida, vivendo no que se pode chamar de estado de graça, para usar um chavão comum. Não chegaria ao extremo do mau gosto de dizer que se melhorar estraga. Não. Só o que se quer e se espera é que fique ainda melhor, sempre.

No momento, algumas coisas têm efetivamente roubado a minha atenção, mas aqui dentro da minha cabeça essas coisas representarão interessantes mudanças a serem feitas aqui, neste apartamento onde ainda estou, e por onde ainda vou ficar por pelo menos mais dois anos.

Mas antes de promover qualquer mudança interna na casa, estou tratando de promover internamente na minha pessoa um retorno à consciência de que estou muito bem na vida, mas nada impede que melhore. O que não pode – e não vai – é  piorar.

Quanto à escassez de ideias, bem, foi só um pensamento motivado pela pressão de ter que terminar as leituras, mas não são algo que eu tenha que terminar. É um desejo, mas, como todos os outros que tenho desenvolvido, é uma meta que será alcançada aos poucos. Ela está aberta. E é possível que quando eu alcance ela seja dobrada.

P1020307


Your Comment