RSS

Na Briga Logo Cedo (7.900 posts no Geral)

DESCONFORTO TECNOLÓGICO

Quando o dia começa, já, com uma dificuldade de navegação na internet, começa mais uma vez o questionamento do quanto se vive na dependência de tecnologias, ao mesmo tempo em que parece óbvio que, se não fosse pela tecnologia, para início de conversa, eu não estaria aqui todos os dias escrevendo posts num blogue.

Mas alguma coisa pode mesmo estar acontecendo no PC que faz com que num dia tanto o Chrome quanto o Explorer funcionem muito bem e em outro pareçam carroças, enquanto o Edge trabalha como se nada estivesse acontecendo. Seja lá qual for o problema (desde desatualizações dos navegadores até programas rodando em segundo plano), não afeta o novo navegador da Microsoft para Windows 10.

É quase como se fosse alguma coisa programada, dirigida para forçar o uso daquele navegador.

Ser ou estar refém da tecnologia, entretanto, não é uma reação obrigatória, e a gente só se envolve demais com isso se quiser, porque existem várias opções fora daquele meio. Digo isso por mim, claro. Apesar de ter um smartphone à disposição, não passo o tempo inteiro com ele nas mãos, nem com as mãos nele. Há momentos em que nem sei onde ele está. Uma grande prova disso são todas as inúmeras vezes em que o esqueço na console do carro e tenho que descer para busca-lo.

Por outro lado, não abro mão de informações importantes que ele me dá, como as notícias da ZH e do 365 Scores, assim como entendo que me tornei dependente do acompanhamento do aproveitamento do sono pelo Sleep Better.

A tecnologia sem dúvida facilita a nossa vida, mas ao mesmo tempo é um pouco parecida com a Geni da música do Chico Buarque: também tem seus caprichos. De vez em quando não funciona.

O PC trava, o celular trava, e é notório o fato de que nunca se deve deixar que tanto um quanto o outro saibam que a gente está com pressa para ligar ou desligar (no caso do PC), ou acessar alguma informação importante ou alguma novidade que queremos mostrar a alguém (em qualquer dos aparelhos). É quando eles menos têm interesse em funcionar. Não há quem não tenha passado por embaraços neste sentido.

E aqui estou eu numa briga contra o Chrome e o Explorer, já me rendendo ao Edge, que nessas horas não parece tão ruim.

.


Your Comment