RSS

Noite Agitada

ASSUSTADORA

Na outra vez eu havia escutado tiros, na madrugada. Pensei que eram para um lado e eram para outro, e nem tão perto, o som veio da Vila Cruzeiro, mas o que escutei nesta madrugada a partir das 4 horas vinha de muito perto. Era tiro que não acabava mais. Coisa de louco. Até ali a noite havia sido bem boa de dormir. Ventinho entrando pela janela, ceroulão, meias de futebol e lençol por cima. Noite típica de inverno. Coisa bem boa.

Depois do tiroteio, sono pesado de novo, até os despertadores de pulso tocarem, Meia hora de pernas erguidas contra a parede oposta à cama, em vez de encostadas no guarda-roupas. Quando deu o bip das 7 foi só me esgueirar de volta para a posição original e esperar o bip das 8. Apesar de não ter voltado ao sono pesado, quando resolvi olhar o relógio eram 8:46. Mais do que na hora de levantar.

Na balança antes de mais nada, uma surpresa: mesmo com o as roupas de dormir mencionadas no primeiro parágrafo, a amiga cravou 75 kg, ou seja, pelado estaria mais para 74, mesmo não tendo caminhado por dois dias e mesmo tendo me esbaldado nos doces e na Pepsi durante o mesmo período.

Algo me diz que estou no caminho certo.


Your Comment