RSS

Novas Ideias

E o PASSO ATRÁS

A estratégia agressiva de consultas em massa a imobiliárias a respeito de financiamento de imóveis me levaram à reflexão de que talvez seja um bom momento de recuar num plano para poder continuar levando-o adiante, como já escrevi aqui. Fazer uma correção de rumo. Uma das coisas de que muito me orgulho em mim mesmo é o fato de ter adquirido esta percepção de quando é hora de dar uma curva nas aparentes dificuldades, encarando-as como oportunidades.

No caso, estou tendo a oportunidade de aprender como não se faz um negócio e de traçar uma nova linha de ação para alcançar um objetivo e realizar um sonho. Mais uma vez, qualquer ideia que eu venha a ter, neste momento, será calcada na premissa da passagem do tempo e na rapidez com que isso acontece. Mais uma vez entra em evidência a importância do modelo de escala de trabalho com que venho atuando; a ideia de enxugamento dos gastos com cartões de crédito; a transferência de créditos para a poupança; o fato de que o segundo semestre passas muito rapidamente e o final do ano está aí.

A ideia de chutar alguns baldes no final do ano, que eu estava pensando em adiantar (baseado na minha condição de quem tem casa para morar, sem desespero para sair do aluguel, sem ameaça de despejo; e todas as outras circunstâncias que normalmente colocam pressão nas pessoas), fica simplesmente mantida, com forte tendência a se concretizar no primeiro semestre de 2017 ou até antes, bastando apenas que eu mantenha o plano original.

E este, não tem volta.

Se eu eventualmente penso em desistir de fazer qualquer negócio, o simples fato de ter que escutar o barulho que vem do apartamento de cima, como agora (o que pode acontecer a qualquer hora do dia ou da noite, porque a falta de respeito pelos horários de silêncio é grande), ou as conversas em voz alta das vizinhas de andar com as portas dos apartamentos abertas (o que também pode acontecer a qualquer hora do dia ou da noite, pelo mesmo motivo da falta de respeito), é suficiente para eu saber que vou, sim, fazer algum tipo de negócio.

Disso não resta a menor dúvida.

Às vezes é preciso saber recuar para continuar seguindo em frente. A lição foi aprendida e a movimentação das últimas semanas me mostrou que agora chegou um desses momentos de recuo estratégico.

E é exatamente o que vou fazer.

22-08-2016-27


Your Comment