RSS

O Fora do Ar

BOAS CONTAS

A gravação simultânea de filmes pelo conversor da Sky exige que não se possa estar assistindo a nenhum outro canal além dos que estão sendo gravados, razão pela qual tive que acompanhar boa parte do jogo entre Grêmio e Cruzeiro na tv do quarto, e foi quando descobri que meu notebook não está conseguindo captar o sinal do roteador para acesso wi-fi à internet.

Como de tempos em tempos recebo um aviso do Avast de que meu roteador está com uma senha muito fraca, então sei que não é ali que está o problema. Só que não era na hora do jogo que iria fazer uma investigação para tentar descobrir onde estaria a fonte da dificuldade.

Ao longo do dia de folga nem cheguei perto do aparelho, porque desde o dia anterior meu foco está voltado para o que descobri com relação às possibilidades dos meus planos de consórcio e outros que poderão vir pela frente, e então passei o dia inteiro fazendo contas, dentro da minha cabeça, porque agora sei que um monte de coisas podem acontecer e isso se deu por causa do interesse da minha corretora de consórcios, que não ficou só na expectativa de faturar com mais um contrato, e sim se interessou em dar força a um dos meus planos em andamento, que nem foi com ela que eu fiz.

Vou voltar aqui para falar de resultados.

Hoje recebi uma ligação de alguém da SuperAuto Cavalhada convidando para o coquetel de lançamento da Ecosport 2018, que vai acontecer na sexta-feira (18), às 18h, na filial da Senador Tarso Dutra, na Terceira Perimetral. Falei que não me interessaria e até nem poderia ir, mas que a nova Ecosport me interessa. Já sei que será com uma das minhas cartas que vou chegar nela, em conjunto com a Marau, e foi uma das contas que passei o dia inteiro fazendo.

Outro dia estava pensando que quem olha para mim, assim, com meu jeito despojado, sem fazer muito alarde sobre coisa nenhuma, pode não enxergar muita coisa, e eu gosto que seja assim, mas a verdade é que acabei me tornando um realizador, pelo simples fato de acreditar que sou um co-criador com Deus da minha realidade. Eu acredito que sou capaz de fazer as coisas, não penso em escassez, e trabalho com a convicção de que elas vão acontecer. E acontecem.

O que vem pela frente está parecendo que será um negócio fantástico.


Your Comment