RSS

O Nosso Poder

O IMPORTANTE NÃO é o QUE NOS FAZEM

O ser humano tem uma força interior imensa, porém, em grande parte das vezes, influenciado pela opinião de seus semelhantes, acaba esquecendo ou até mesmo não toma conhecimento deste poder. E como se deixa influenciar pela opinião alheia, é muito comum dar aos outros o controle sobre como se sente.

Para quem se dá conta do poder que tem, a opinião alheia tem seus efeitos minimizados. Todos podemos escolher permitir ou não que o conceito que outros fazem de nós nos afete. Palavras que são ditas no calor do momento com intenção de ofender, prejudicar ou denegrir podem ter efeito devastador (ou não) sobre nós, porque temos poder de decisão sobre o que nos afeta ou não.

MAS o QUE NÓS FAZEMOS COM o QUE NOS FAZEM

Não tem tanta importância o que nos é feito ou dito quanto o que nós temos capacidade de fazer a respeito. Palavras e gestos podem nos servir de incentivo para melhorar, quando as percebemos como um desafio. Podem nos fazer desabar quando as percebemos como uma condenação. Entre o desafio e a condenação está nosso livre-arbítrio, a capacidade que temos de escolher o que fazer com o que outras pessoas nos fazem ou dizem.

Esta é a consciência que temos que ter: a do nosso poder pessoal de enfrentar e superar qualquer adversidade que possa ter a intenção de nos prejudicar e que seja imposta por alguém de fora que pense poder exercer algum poder sobre nós, ou a quem concordemos em dar poder sobre nossos sentimentos ao tornar suas palavras mais importantes do que o que pensamos de nós mesmos.

Jamais podemos esquecer que temos esta capacidade de reação.


Your Comment