RSS

O que são os Estudos

FOI CEDO 

Venho pegando folhas da pilha de papelada sobre a mesa do café em lotes em lotes. Olho para uma determinada quantidade de papel, que por ser em lote é sempre variável, e penso, vai este. Já estou fazendo isso com relação ao próximo lotes, enquanto se aproxima o momento da utilização da última folha do lote atual. Levou meses.

Enquanto fico olhando e estudando a situação, penso que gostaria que a papelada sumisse com a mesma rapidez com que passam os dias, porque é incrível a velocidade com que eles se vão. Mas eu não escrevo na mesma velocidade com que os minutos passam. Nem no mesmo volume de dias. Mas isso não tem como comparar. É impossível.

Eu até escreveria bem mais se desse pitacos em algumas das notícias que compartilho no Facebook, ou nos vários pensamentos e instruções de vida que circulam (e que deixam a impressão de que todos que as compartilham agem de acordo com aquilo, e não tenho razões nem para acreditar e nem para duvidar que seja assim). Tenho certeza de que com isso utilizaria e descartaria muito mais papel.

Ao mesmo tempo que sei que aconteceria assim, não me animo. Para que serviria eu dar a minha opinião? Ajudaria a quem? Eu sei, ajudaria a mim, no descarte de papelada. É uma possibilidade a ser estudada, rá, rá.

Agora tenho uma folha imensa de papel A4 na minha frente. É a terceira de hoje, teoricamente a última do dia a ser preenchida. Antes dela foram duas bem menores, o que facilitou a tarefa da minha letra redondinha e miúda.

Fiquei desde ontem pensando em escrever sobre o que aconteceu com a Bruna Marquezine depois que ela fez uma postagem em Inglês no Instagram. Xingaram a menina, chamaram-na de anta, onde já se viu ela postar em Inglês, se um monte de seguidores não entende aquele idioma. Ela até respondeu (o que achei que foi até uma condescendência, uma gentileza da parte dela, pois não precisava) dizendo que posto em Inglês porque o recado foi para o diretor de um filme no qual ela participa (e que estava ao lado dela na foto), que é americano, não fala Português, e além, disso, o Instagram é dela, e ela posta o que quiser, do jeito que quiser, no que está muito certa.

Repito: foi uma gentileza dela, se dar o trabalho de responder. Claro que os que reclamaram e xingaram foram os fãs (?) que não entendem Inglês. E desde quando isso é culpa dela? Confesso que até ontem eu nem sabia direito como era a cara da atriz, portanto não sou sequer um admirador, não conheço o trabalho dela, mas posso afirmar que se boa parte dos admiradores ou seguidores, sei lá, não sabe Inglês, ela não tem nada que ver com isso. Na verdade, por que ela não deveria pensar nos que sabem?

Ah, e a atriz ainda escreveu que se aquilo incomodava tanto, então que não a seguissem mais, com o que também concordo. Aliás, se fosse comigo, eu acharia muito estranho se pessoas que se dizem meus fãs e são meus seguidores me xingassem por eu ter escrito, por exemplo, um post em Inglês, aqui no Quem Vai Querer Saber, me chamando de anta, como se ter um pouco mais de cultura fosse uma coisa ruim e uma virtude não ter.

Marquezine’s Point.

E para não dizer que eu já sabia, às 8:36 o pessoal do Mensageiro já havia chegado e levado tudoMansageiro2014 (4). Estou até estranhando o espaço vazio na entrada de casa. O do quarto não, porque não estava à vista. Agora começo a pensar na próxima leva, porque no quarto 3 ainda há um bocado de coisa que não é da minha responsabilidade e que não poderá ficar aqui até a próxima Copa, uma vez que não posso afirmar que eu estarei neste apartamento, por que existe a possibilidade de que seja negociado a qualquer momento e não pretendo levar aquele material para a moradia seguinte.

E não é que consegui preencher todo0 lado daquela folha imensa e já avancei para uma quarta? Que coisinha.

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.712558965465563.1073741864.506467799408015&type=3&uploaded=6


Your Comment