RSS

O Vice Voltou

VITÓRIA ESTRATÉGICA

Confronto de seis pontos entre os dois principais perseguidores do líder Corinthians. Qualquer erro poderia ser fatal. Até o gol de Luan nenhum dos dois goleiros havia trabalhado. A defesa do Flamengo não errou, mas Luan fez uma jogada de drible que pegou todo mundo de surpresa, e o chute até nem foi muito forte, mas como foi muito em cima do goleiro, a defesa se tornou impraticável.

O Flamengo tem bom toque de bola, é um time rápido, mas quando se acerca da área gremista as coisas mudam um pouco. Foi assim até depois dos 35 minutos, quando o Flamengo partiu para cima criando oportunidades, deu vários chutes que fizeram com que brilhasse a estrela do goleiro Léo (que a gente até desconfia que não tenha), e ele até teve sorte por uma bola que foi no travessão.

No segundo tempo a pressão será grande, porque os dois únicos cartões amarelos da partida foram para jogadores da defesa gremista, o que compromete muito o sistema defensivo, e o Flamengo certamente vai explorar isso. Como destaque em nosso favor, Leandro Damião não fez nenhuma jogada de perigo. Todas as investidas flamenguistas foram por parte de Diego, Everton Ribeiro, Everton, Cuellar e Trauco.

Restará sobreviver à pressão que certamente será exercida no reinício de partida.

Bom, no segundo tempo a pressão do Flamengo já dura 18 minutos, mas mesmo assim o Grêmio teve pelo menos duas oportunidades de ampliar. A estrela de Léo continua brilhando, já tendo ele feito pelo menos uma defesa milagrosa. Renato ainda não promove mudança, enquanto Zé Ricardo já fez uma, mas Damião ainda está em campo.

As alterações do Renato se deram na segunda metade do segundo tempo. Lucas Barrios deve ter saído por cansaço, porque jogou muito na bola aérea defensiva, ganhando todas as disputas quando o Flamengo atacou. Everton veio para o seu lugar, mas por enquanto ainda não entrou no jogo. O técnico Zé Ricardo foi tirando volantes e colocando atacantes. Renato mandou Jaílson para o campo no lugar de Arthur, que sempre sai antes do final das partidas.

A estratégia do técnico Zé Ricardo no final do jogo foi abusar da bola aérea na área, com tantos atacantes, e por isso Renato reforçou o sistema defensivo, desistindo de atacar e tentando consumir os últimos minutos concentrando o time na defesa. O objetivo foi alcançado. Ao final do tempo de jogo a torcida do Flamengo aplaudiu o empenho do time, que sofreu a primeira derrota do ano jogando em casa.

Que venha agora a Ponte Preta, no domingo.


Your Comment