RSS

Olho Grande

E UMA SOLUÇÃO

Tenho uma amiga que tem compulsão por comprar bolsas e sapatos. Mais bolsas do que sapatos. Ela os compra por atacado (tá, eu admito que há um certo exagero na afirmação). Ou quase isso. O que eu nunca digo a ela, para não incentivar, é que apesar de ser uma compulsão prejudicial ao bolso (ou à bola, que é onde está a carteira que se abre para que dela saiam várias formas de pagamento), ela tem uma vantagem: as bolsas e sapatos são usados (digo, utilizados; ela em algum momento faz uso das peças).

Se você põe dinheiro numa coisa, mesmo por compulsão, e a utiliza, então em algum momento a peça estará fazendo jus ao recurso empregado na sua aquisição. O que já não é o caso da minha compulsão.

Minha compulsão é por compra de livros. Sem exagero, posso dizer que compro livros por atacado. E agora comecei a comprá-los também pela internet. Só na semana passada foram quatro, que já recebi pelo Correio. Só que os livros que compro por atacado (pela internet e no supermercado, principalmente) vão para uma pilha que parece o rombo da Previdência Social brasileira: não para de crescer. E eu não consigo dar conta.

Minha amiga revende os sapatos e bolsas que não quer mais usar. Mas eu não vou me desfazer dos meus livros, nem que não consiga lê-los, porque me apego a eles, e eu sei, para começar, que a maioria dos brasileiros não lê. Sapatos e bolsas em bom estado certamente serão úteis para quem os comprar, mas livros em bom ou mau estado correm risco de apenas trocar de pilha, e se for só para trocar de pilha, que fiquem na minha, porque ali eu sei que mesmo intocados estarão bem cuidados.

Eu sei o que tenho que fazer. Já escrevi aqui. Tenho que encontrar pelo menos uma hora do meu dia para me dedicar à leitura, assim como fiz com a hora na esteira. Largar o computador ainda mais do que já tenho largado. Isso no mínimo vai me ajudar a passar menos tempo pesquisando títulos de livros para comprar.

Seria um grande avanço.


1 Comments Add Yours ↓

  1. ilda #
    1

    É q vc é uma pessoa como vc diz tem cultura e é muito intelectual por isso de tantos livros



Your Comment