RSS

Papelada Lenta

AINDA SOBRE METAS

Ao longo de 2015 coloquei muito papel fora, mas nem de perto estou alcançando o objetivo de descartar 3 folhas por dia, mesmo tendo conseguido diminuir bastante a quantidade do que entra em relação ao que sai.

Vou passar uma boa quantidade de dias em casa, nas férias, e muito provavelmente vou escrever muitos rascunhos antes de publicar os posts que não tenham a ver com futebol. Ainda assim, dada a diversidade dos modelos de papéis usados para isso, será impossível fazer descartes na proporção do desafio proposto.

Sempre penso em me aventurar em outras características de texto, mas sempre acabo deixando a ideia de lado. Se a colocasse em prática pelo menos de vez em quando não tenho dúvida de que conseguiria resultados diferentes. Neste aspecto tenho que admitir para mim mesmo pelo menos duas coisas: não tenho tanta inspiração assim; a televisão toma boa parte do meu tempo. Digamos que seja mais prático e menos invasivo ficar olhando seriados.

Escrever é invasivo do ponto de vista de que tenho que revirar meu íntimo, puxar para fora minhas opiniões e convicções a respeito de várias coisas. Boa parte delas não vêm parar aqui no blogue, porque além das estratégias de números e ocupação dos espaços de tempo ao longo do meu dia, nada mais é passível de ser exposto por aqui.

Na tentativa de descartar mais uma folha (ou uma folha mais rapidamente) e de não ficar com a sensação de ter escrito mais um post oportunista, dei uma esticada neste texto dizendo pouco ou quase nada, mas o suficiente para que ficasse dentro da expectativa de um mínimo de 12 linhas.

Antes do começo das férias será muito difícil publicar mais do que um ou dois textos por dia.


Your Comment