RSS

Rosario Central (ARG) 1 x 1 GRÊMIO

1ª RODADA da LIBERTADORES 2019 (9)

FASE de GRUPOS

Até então fazendo o que tem que fazer ao jogar contra adversários menores, o Tricolor tem seu primeiro grande teste na temporada, e começa prejudicado pela ausência de Michel, que sofreu torção em um tornozelo durante o período de treinamentos. Já os argentinos vêm vem de uma crise administrativa fora de campo, com acusações por parte do técnico demitido e um ex-jogador, e técnica dentro do campo, com a perspectiva de uso de time misto em função da má situação no Campeonato Argentino.

No GIGANTE de ARROYITO, em ROSARIO – 06.03.

21h30min

Formação que inicia a partida:

Paulo Victor; Leonardo Gomes (6), Geromel (3), Kannemann (4) e Cortez (12); Rômulo (13), Maicon (8), Marinho (30) e Luan (7); Everton (11) e Felipe Vizeu (10).

Primeiro tempo: começando com muita velocidade, com o Central buscando o gol com uma objetividade avassaladora, a que o Grêmio não resistiu. Como sempre acontece em confronto contra times argentinos, o Grêmio entra na correria. O Central faz um ferrolho a cada vez que o Grêmio pega a bola. Marinho aproveita o erro de um zagueiro e lança Everton, que recebe a bola dentro da área, dá um drible no zagueiro e bate forte, para defesa milagrosa de Ledesma, aos 11. Chute forte de Gil da entrada da área que Paulo Victor espalma para escanteio, no chão, aos 38. Cobrança de falta de pé trocado de Marinho, da direita, bola que vai direto em Ledesma, que defende parcialmente, a bola sobra para Luan que bate e Ledesma defende de novo, a bola vai para Vizeu, que mais uma vez bate parta fora, aos 45. Aos 47, em cobrança de escanteio, Geromel comete pênalti em Zampedri ao lhe dar uma cotovelada na cabeça, não visto pela arbitragem, e que se houvesse VAR poderia acabar em apresentação de cartão vermelho para o zagueiro gremista. Atitude desnecessária do nosso zagueiro.

O Central volta com uma alteração na zaga, para o reinício de partida.

Segundo tempo: começando com a mesma dinâmica do final da primeira etapa, o Grêmio saindo para cima do adversário. Matheus Henrique recebe uma bola na intermediária pelo meio e dá um chute forte, que Ledesma espalma para escanteio, aos 20. Chute fraco de Allione da intermediária pela direita que Paulo Victor pega sem problemas no meio do gol, aos 25. Jean Pyerre cobra falta da entrada da área e a bola vai na junção do travessão com a trave esquerda, aos 47. Não foi um bom segundo tempo, nem do Grêmio, nem do Central, mas o Grêmio chegou a ter um gol anulado com justiça por impedimento de Everton em jogada praticamente igual ao do que ele fizera na primeira etapa. Desesperado por recuperação, o Central fez um jogo de superação e o Grêmio não conseguiu fazer seu jogo de toque de bola

Cartões: amarelo para Geromel, por provocar confusão com Zampedri, aos 47. Segundo tempo: amarelo para Matheus, aos 36.

Gols: jogada em velocidade na esquerda, sai o cruzamento, bola viajando por cima e Zampedri pula mais do que Kannemann para de cabeça encobre o goleiro Paulo Victor, abrindo o placar aos 2 minutos; Marinho vira uma bola para o lado esquerdo, onde Everton recebe na ponta esquerda, ao lado da área, avança  e bate cruzado, o goleiro é atrapalhado por um zagueiro e a bola passa, entrando no canto inferior esquerdo, aos 13.

Trocas: segundo tempo: Matheus Henrique (14) vem para o jogo no lugar de Luan, aos 19; André (19) vem para o jogo no lugar de Vizeu, aos 28; Jean Pyerre (21) vem para o jogo no lugar de Maicon, aos 32.

O resultado foi bom para o Grêmio por não ter sido uma derrota, mas deu sobrevida ao Rosario na disputa por uma vaga.

*

Arbitragem: Roddy Zambrano (Fifa/EQU), auxiliado por Byron Romero (Fifa/EQU) e Juan Macias (Fifa/EQU).

O árbitro deu dois cartões amarelos para jogadores do Grêmio e um para um do Rosario, mas se omitiu de punir as sucessivas faltas feitas sobre Marinho, que apanhou durante todo a partida.

Melhor do jogo: Everton.

V= 6/ E= 3/ D=


Your Comment