RSS

Série B do Brasileirão 2017 – 23

Depois de 15 dias apenas treinando, o Colorado volta a campo com time praticamente completo, mas sem D’Alessandro e Dourado, para tentar voltar à liderança, desbancado que foi pela vitória do América-MG na noite anterior. Trata-se de um clássico regional, cuja rivalidade dos clubes indica alguma dificuldade, apesar de o time da casa estar desfalcado de seu principal atacante.

No ALFREDO JACONI -09.09.

16h30

(1) JUVENTUDE 2 x 1 INTER 0 (1)

GolsPará cobra escanteio da direita, bola aérea na área colorada, e Michael, de cabeça, da marca do pênalti, manda a bola   no canto esquerdo inferior, a bola vai na trave e dali para as redes, aos 29; Felipe Gutiérrez lançado na área pelo lado esquerdo, chega antes do goleiro na bola, e ela mansamente vai para dentro do gol, aos 32. Segundo tempo: Iago recebe uma bola de Wesley Nathan em velocidade, por entre a zaga colorada, e sem esperar pela saída de Danilo manda a bola no canto esquerdo, aos 36;

*

Primeiro tempo começando com o Inter saindo para cima do adversário, como não poderia deixar de ser. Tecnicamente inferior ao adversário, o Juventude joga com muitos resguardos, tentando explorar os contra-ataques, mas não tem a qualidade suficiente para administrar a estratégia até o ponto de levar perigo ao gol de Danilo Fernandes. Em compensação o Inter já provocou pelo menos uma intervenção importante do goleiro Matheus. Pela lógica o gol colorado não deve demorar a sair. Chute cruzado de Juninho de dentro da área pelo lado direito, a bola faz uma curva e vai à linha de fundo, aos 17. O gol do Juventude aconteceu após uma falha de marcação de William Pottker na intermediária. Para alívio dos colorados o gol de empate saiu logo em seguida muito por azar de Matheus Cavichiolli. Quase ao final do tempo de jogo o zagueiro Klaus cai de mau jeito e sofre lesão no pulso esquerdo, necessitando de substituição.

 

As equipes voltam sem alterações para o reinício de partida.

Segundo tempo começando com o Juventude tentando esboçar uma reação. Pará cobra falta da intermediária pelo lado direito e Danilo espalma para escanteio a 1 minuto. O segundo tempo foi lá e cá, com várias chances, vários escanteios e impedimentos para os dois lados. O gol de desempate do Juventude aconteceu em jogada de dois jogadores que Gilmar Dalpozo colocou ao longo da segunda etapa e a jogada foi perfeita, tanto pelo lançamento por cima que caiu entre os dois zagueiros colorados quanto pela calma do garoto no momento da conclusão. Giro de Damião da entrada da área e Matheus pega no meio do gol, aos 44.

O Inter se mantém em segundo, dois pontos atrás do América. O Juventude tem pontuação de G-4, mas fica em sexto, pelos critérios.

*

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (CBF/RJ), com Eduardo de Souza Couto (CBF/RJ) e Gabriel Conti Viana (CBF/RJ).

Público: pagante ……………………; total …………………..; renda R$ ………………...

Melhor do jogo: Michael.

(0) NÁUTICO 1 x 0 BRASIL (2)

Resultado que fez o Náutico abrir quatro pontos de vantagem sobre o ABC, que agora é o lanterna; o Brasil segue como 12°, cinco pontos acima do primeiro da zona da degola.


Your Comment