RSS

Série B do Brasileirão 2017 – 7

Sem contar com a marcação de mais quatro pênaltis a seu favor e meio que desconsiderando as deficiências técnicas da partida anterior, o Colorado volta a campo com praticamente a mesma formação e desenho tático para enfrentar um adversário que apesar de não ser lá essas coisas tem boa tradição quando joga em casa.

No INDEPENDÊNCIA – 13.06.

21h30

AMÉRICAMG 1 x 1 INTER

Gols: troca de passes entre D’Alessandro e Uendel pela esquerda, sai o cruzamento e do outro lado aparece Nico López para completar para as redes, aos 19. Segundo tempo: cobrança de falta da intermediária pela direita, bola aérea na área colorada e Rafael Lima entrando pelo meio da zaga cabeceia no canto inferior esquerdo do gol de Danilo, empatando aos 7.

*

Primeiro tempo começando com o Inter dando a saída, mas o América de o primeiro chute a gol, aos 40 segundos; William Pottker lançado em velocidade entra na área e na tentativa de alcançar a bola sente lesão muscular e tem que ser substituído; em seu lugar entra Nico López, aos 7. Jogada de ataque do América pela direita, sai o chute cruzado no pé da trave direita e Danilo faz defesa importante, cedendo escanteio, aos 9. O América é um time chato, que ataca em velocidade, e os atacantes estão encontrando muitos espaços no meio da defesa colorada, que ainda não se acertou. Guto Ferreira teve mais sorte do que juízo quando deixou Nico no banco em favor de Marcelo Cirino. Infelizmente teve que ser salvo pela lesão de Pottker. Nico faz jogada individual pela esquerda passando por vários adversários, entra na área e bate cruzado para defesa de João Ricardo, que espalma para o lado, aos 35. O Inter termina o primeiro tempo jogando muito melhor e provocando vaias da torcida do América para o próprio time, apesar da relativa facilidade de penetração dos americanos para entrar na área colorada. As boas defesas de João Ricardo e os erros de finalização do América fizeram com que o placar não sofresse alteração. Já pelo lado do Inter, Marcelo Cirino e Carlos jogaram muito menos do que Nico, que começou no banco.

O América volta com uma alteração para o reinício de partida; o Inter não muda.

Segundo tempo começando com o América tentando sair para o ataque. Jogada do ataque colorado que termina com chute cruzado de Marcelo Cirino de pé trocado que vai na trave direita com João Ricardo batido, aos 22. Esta foi a primeira jogada forte de Cirino durante toda a partida. Guto tirou Carlos e colocou o garoto Juan, que está sendo preparado para substituir D’Alessandro, que forçou o terceiro cartão amarelo. Depois foi a troca de Dourado por Charles. Ao final do tempo de jogo era o América quem pressionava e o Inter escapou várias vezes de levar um segundo gol, enquanto teve basicamente o chute de Cirino de mais perigoso no segundo tempo.

O resultado coloca o Colorado na quinta posição da tabela de classificação, com os resultados paralelos.

*

Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (CBF/PI), com Cleriston Clay Barreto Rios (CBF/SE) e Rogério de Oliveira Braga (CBF/PI).

A arbitragem já começou a se complicar aos 2 minutos, quando foi assinalado pelo assistente Rogério Braga um impedimento inexistente do atacante Hugo, do América. No segundo tempo ele errou assinalando impedimento inexistente de Uendel, aos 36.

Público: pagante ……………..; total …………….; renda R$ ……………..

Melhor do jogo: Nico López.


Your Comment